quem diz não a um apelo dela?

Essa eu ouvi do pastor presidente das Assembleias de Deus de Mato Grosso.

Um rapaz estava desviado da igreja, andando lá pelas bandas de Sinop (não me pergunte, também não sei o porquê desse nome…), algumas décadas atrás. Como as estradas eram precárias e rasgavam a floresta, vez por outra alguém se encontrava com algum bicho do mato. Quando eu morei por lá (não em Sinop), era comum ver pequenos animais nas estradas de terra.

Então esse rapaz, por aquelas bandas, já à noitinha, deparou-se com um casal desses gatos graúdos e pintados. Segundo o pastor contava, as onças olhavam para ele e lambiam os beiços, sentadas ao lado da estrada, sendo que ele estava a pé ou de bicicleta. Então, nesse momento, o rapaz clamou a Deus e prometeu que, se o Senhor o livrasse da boca do leão das onças, ele voltaria para a igreja e seria um ganhador de almas.

Nesse momento, as onças olharam uma para a outra, fizeram uma cara de não-sei-o-quê, balançaram as caudas e se levantaram e foram embora. E o irmão viveu para contar a história.

Assim, naqueles anos de desbravamento do Mato Grosso, ficou corrente o ditado naquela região:

“Aqui em Mato Grosso, até as onças pregam o Evangelho!”

E você, sabe de alguma história interessante sobre pregações do evangelho em sua região?

Deixe seu comentário ou envie sua história para desafiandolimites@gmail.com

Desafiando os Limites da pregação aos desviados… risos

 

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!