eleito para um novo mandato: eterno

Esse também é o título de um excelente livro que eu já li e recomendo:

O Vinho Novo é Melhor (Robert Thom).

Não devemos nos fiar no fato de que algo que já deu certo no passado vai continuar funcionando sem necessidade de adaptações, correções ou mesmo manutenções preventivas. A glória do passado não deve servir de desculpa para a indolência do presente. O que tiver de ser mudado, se for para melhor, deve ser. Mas, é claro, inovação não é sinônimo de perfeição e nem justificativa para jogar a história de valores e princípios no lixo da estagnação.

——————————————————————
J E S U S   D I S S E
http://www.hermeneutica.com
——————————————————————

Quarta-feira,  8 de Junho, 2011

VERSÍCULO:

“Ninguém põe vinho novo em vasilha de couro velha; se o fizer, o
vinho novo rebentará a vasilha, se derramará, e a vasilha se
estragará. Ao contrário, vinho novo deve ser posto em vasilha de
couro nova. E ninguém, depois de beber o vinho velho, prefere o
novo, pois diz: ‘O vinho velho é melhor!’ ”
— Lucas 5:37-39

PENSAMENTO:

Naqueles dias as vasilhas de couro onde guardavam vinho ficavam
endurecidas com o uso. Vinho novo, ainda em estado de fermentação,
tende a expandir, dilatando a vasilha. A vasilha velha e endurecida
não teria como expandir e racharia, derramando o vinho novo. O
comentário de que o vinho velho é melhor é como nossos comentários
de que “a gente sempre fez assim”, “para que essas novidades?”, e
etc. Gostamos das coisas como já as conhecemos. Muitas vezes
resistimos qualquer mudança simplesmente porque o conhecido é mais
confortável. Às vezes nossos argumentos parecem bem persuasivos,
até bíblicos. Mas, no final das contas, às vezes são simplesmente a
mesma atitude demonstrada pelos fariseus dos dias de Jesus. Alguém
disse que “o evangelho não envelhece e os nossos métodos de
comunicá-lo nem tampouco devem”. Se vamos comunicar o Evangelho
para uma nova geração teremos que fazer isso de novas maneiras, com
novo jeito. Como é que você encara mudança? Você aceita e se anima,
ou teme e reage? Qual era a atitude de Jesus?

ORAÇÃO:

Deus todo-poderoso, o Senhor é quem determina quais as coisas
eternas e quais as mutáveis. Por favor, conceda-nos o discernimento
para saber quando e como devemos mudar e aonde devemos permanecer
firmes. Em nome de Jesus oramos. Amém.

http://www.hermeneutica.com/jd/2/0608.html

blog Desafiando Limites divulga.

 

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!