Estressante.com: A via-crucis de um cliente virtual OU Davi x Golias

uma luta desigual, mas a vitória é possível

Este post tem uma motivação: indignação. Revolta. Com o descaso e com a forma de tratamento dada a um cliente virtual da loja Estressante.com Insinuante.com. Esse cliente sou eu. Por que dessa sangria desatada? Calma, que eu explico.

Comprei um produto para presentear minha mãe, no dia 29/04/2011, na esperança – vã -, de que ela pudesse receber antes ou logo após o dia das mães. Ledo engano. Pois bem, até esta data, precisamente 16 de junho de 2011, ainda não foi entregue o bendito produto. Agora, vou mostrar o porquê de minha indignação com essa loja virtual Estressante.com. Leia com calma e atenção, coloque-se no meu lugar e me diga: estou errado? Estou fazendo tempestade em copo-d’água? Estou querendo aparecer? Ou estou simplesmente certo em minha reclamação? E se fosse você, o que faria?

clique para ampliar - o início do drama

Observe que o prazo de entrega JÁ era bastante dilatado. O que justificaria uma entrega após a expiração desse prazo? E a não entrega, até agora? Mas, eu não fiquei parado, entrei em contato várias vezes. Minto: tentei entrar em contato, pois o teleatendimento da loja é um likso (o “x” também tem som de ks, sabia?). Para ser atendido, nem com vela de 7 dias queimando do lado: a vela acaba e você não é atendido… Isso é que é qualidade de atendimento, para cobrar, que fique bem claro.

Primeiro contato formal de reclamação: 1º de junho. Cobrei resposta em 09 de junho. Eu mereço…

teste de paciência – nível 1

Calma, segundo a lei de Smurf Murphy, a coisa podia piorar. E piorou. Começa a fase das desculpas esfarrapadas.

 

seção desculpas ridículas tem início

Hoje de manhã, foi a gota d’água, quando o caldo entornou e minha paciência atingiu seu limite e minha inércia foi pras cucuias. Sabe por quê? Por isto.

paciência tem limite, a minha então...

Eis minha resposta, na íntegra:

Bom dia,

eu recebi essa mesma mensagem no dia 1º de junho e hoje, 15 dias depois, sou contactado dizendo que vocês vão abrir outra ocorrência para verificar o que está acontecendo? E a primeira ocorrência, o que foi feita dela? OU não foi feito nada?

Minha paciência já se esgotou. Vou começar a tomar outras medidas para tentar sanar a incompetência de seu setor de entregas, bem como sua indolência em me manter informado do que está sendo efetivamente realizado para resolver a situação.

Minha atitude agora será demonstrar aos seus futuros e potenciais clientes que a Insinuante.com não é digna de confiança por parte dos clientes virtuais, que não cumpre prazos e, pior, não dá satisfação a contento do que de fato ocorre. Vou procurar um canal de bastante visibilidade e expor essa face oculta da Insinuante.com para atingir vocês onde mais dói: no bolso. No bolso e no Balanço.

E começarei agora mesmo. Vocês já tiveram tempo suficiente para resolver não só o meu problema, mas até 2 problemas se houvesse boa vontade. Agora, vamos inverter o quadro: eu vou causar problemas para vocês. Com isso, aprendi uma importante lição: não comprar mais da Insinuante.com, e vocês terão que aprender a vender melhor. Vender com mais competência, com mais seriedade, com mais respeito ao consumidor e com mais transparência. Como não aprenderam, faltaram às aulas ou não quiseram aprender, essa lição vai custar bem caro a vocês.

Eu poderia dizer que vocês não perdem por esperar, mas eu estaria iludindo vocês, porque vocês vão perder, sim, e muito, em esperar que as coisas se resolvam por si mesmas. Eu perdi por esperar, mas vocês vão perder muito mais pela espera absurda que me fizeram engolir.

Não tenho ilusões de que esta simples mensagem vai chegar a alguém que realmente decida alguma coisa, mas quando as consequências desta situação se fizerem conhecidas e se procurarem os culpados pelo acontecido, tenho certeza de que vai sobrar para alguém.

Como a coisa costuma sempre arrebentar do lado mais fraco, você, simples funcionário que não pode resolver meu problema e nem decidir nada, provavelmente será nas suas costas que a culpa será jogada. Se você não tiver um currículo pronto, aconselho a preparar um, porque vão querer colocar a culpa em alguém, e esse alguém, provavelmente será você, que é a lógica de um departamento onde estão presentes vários problemas e que não são resolvidos. Se não são resolvidos, a culpa é de quem tem o poder para fazer isso, mas não faz. E quando a bomba explode, essa pessoa irresponsável que responde pelo setor sempre procura alguém para quem transferir a culpa.

Ainda não passou a minha raiva e indignação, mas vai passar. Só que o prejuízo que a Insinuante.com terá com esse episódio vai ficar marcado aí. Vai ficar marcado nesse setor, vai ficar marcado no relatório de vendas, vai ficar marcado no balanço e, quem sabe, vai ficar marcado na pauta da reunião como um erro a não ser repetido, não por conta do respeito ao consumidor, mas por conta do prejuízo que ele pode vir a causar.

Se vocês não sabem o que é respeito ao consumidor, se não aprenderam a respeitar o cliente, eu vou ensinar vocês outra coisa: a temer o cliente. Cliente que não é respeitado hoje, será temido amanhã. Mas eu não vou dar essa lição de graça para vocês, não senhores. Vou cobrar, e caro por ela. Vou cobrar não só o valor que eu JÁ paguei pelo produto que vocês não entregaram. Vou cobrar pelo tempo que vocês me deixaram esperando. Vou cobrar pelas respostas evasivas e imprecisas.

Já que vocês não souberam me tratar com a dignidade e o respeito que meu dinheiro – que vai para seus cofres e figura em seu balanço de lucros – merece, já que ele não está sendo valorizado, eu vou colocar ele em outro lugar, o lado do prejuízo, se isso servir para chamar a atenção de vocês. Já que a cor azul do lucro do meu suado dinheirinho não chamou a atenção de vocês, eu vou mudar a cor dele para vermelho. Quem sabe assim vocês se dão conta e parem um pouco para pensar? Muitos clientes verão a luz amarela se acender para eles depois que lerem este relato.

De um consumidor indignado, revoltado com o descaso. Fui tratado com desdém, agora nem com pão-de-ló vocês vão me acalmar. E que isso sirva de lição pedagógica para a Insinuante.com: tratar cliente com descaso é prejuízo líquido e certo. Espero que aprendam a lição. Todavia, se não aprenderem, nós, clientes, não vamos precisar aturar vocês por muito tempo não. Lojas online vêm e vão, como vocês devem bem saber, e com vocês não será diferente. Eu paguei pra ver se vocês eram uma loja séria, que cumpria prazos e compromissos. Saí no prejuízo. Agora vou compartilhar esse prejuízo não com vocês, mas com o mundo.

Parabéns, você conseguiram me tirar da inércia de esperar sentado uma solução. Agora, é bom se mexerem e fazerem algo decente, se não quiserem que seu lucro entre em uma espiral descendente.

Wallace.

Agora, caro leitor, me responda com sinceridade: eu estou errado? O pior de tudo é que acho que errei sim. Errei em confiar na  Estressante.com Insinuante.com. Errei em esperar que eles me tratassem com respeito. Errei em esperar que eles solucionariam a contento um erro grasso e grave da parte deles. Errei, principalmente, em comprar lá. Erro que não vai se repetir.

Se você mora no Nordeste, aconselho a pensar 2x antes de comprar na Estressante.com Insinuante.com. Pelo menos até eles melhorarem o serviço de entrega e de reclamações. Claro, se você tiver mais paciência e bag para encher, tudo bem.

Blog Desafiando Limites no auge da indignação. Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

#prontofalei

ps. infelizmente, só vim consultar o site Reclame Aqui agora (estou aceitando cabresto e cangalha como presente). Se tivesse feito antes, não teria comprado. Duvida? Então, veja por si mesmo (cuidado, imagens fortes).

ps². se souber de alguma vítima pessoa que esteja pensando em comprar na Estressante.com, avise-a antes.

4 opiniões sobre “Estressante.com: A via-crucis de um cliente virtual OU Davi x Golias”

  1. … continuação…
    Bom, mais alguns dias de stress, somente após eu ameaçar a contactar a imprensa, e depois os meios judiciais, é que recebi uma ligação dizendo que eles não tinham o produto em estoque!!! Se não tinham o produto em estoque, como houve tentativa de entrega???!!!
    É muito desrespeito mesmo com o consumidor!
    Bom, e pra receber o dinheiro de volta? Outro martírio… só recebi o dinheiro de volta DOIS MESES depois SEM CORREÇÃO nenhuma!
    Até agora não coloquei na Justiça por falta de tempo, mas ainda neste ano vou colocar porque é causa ganha.
    Só quando esse pessoal (lojas virtuais) começarem a ter MUITO PREJUÍZO com indenizações por danos materiais e morais, é que vão tomar vergonha na cara (ou não).

    Um abraço e fique na paz que só Ele (Cristo Jesus) pode nos dar, mesmo nesses momentos.

    Ivanil

    1. pois é, amado… só Ele mesmo para nos dar graça.

      mas, já fui contactado por um adv amigo meu, e acho que vou levar o negócio pra frente mesmo, mais por questões pedagógicas.

      tem gente q é prejudicada e nem sabe a quem ou como reclamar e fica no prejuízo.

      temos q botar quente mesmo.

      obg pelo feedback,

      abs, apz.

  2. Olá, Wallace.

    Passei por uma situação bastante semelhante à tua com a PontoFrio.com. Comprei um armário de cozinha em nov/2010, paguei à vista, o prazo de entrega era de 4 dias úteis, e depois de alguns dias de enrolação, de muita (mas muita mesmo) paciência com o SAC (aquele que enche o SAC(o) do consumidor), e informaram que houve uma tentativa de entrega, mas não tinha ninguém em casa para receber o produto. MENTIRA! Tinha, sim!

    <continua…>

  3. Wally,

    Me solidarizo com você e torço para que sejas restutuído financeiramente. Agora, o aborrecimento fica na história e memória, tanto que o cliente consciente deixa para sempre de comprar na loja.

    E a insinuante só insinuou que ia resolver o problema, né? Me lembrou quando nós aqui em casa decidimos cancelar o contrato com a SKy, eita teste de paciência!!!!

    Olha Wally, você até falando sério é engraçado rsrs. Acredita que sorri com suas cartas enfurecidas?

    Té mais Wally! Deus o abençoe.

Olá, agradecemos sua visita e seu comentário. Sua opinião é importante para nós, por isso queremos dizer: Muito Obrigado!