Ambição Pessoal x Crescimento profissional

Por Raíssa Bomtempo, com Wallace Sousa, do blog Desafiando Limites!

Ambição Pessoal x Crescimento profissional

O Wallace me encaminhou um e-mail uns dias atrás, em que um de nossos leitores, Marcel, deu a sugestão de escrevermos sobre VAIDADE X CRESCIMENTO (profissional).

Marcel demonstrou uma certa sensibilidade, admirável por sinal, ao buscar respaldos bíblicos demonstrando sua preocupação em saber se o desejo de subir ainda mais na carreira profissional, mesmo já tendo alcançado um nível que sempre almejou, seria vaidade. #Boa pergunta! É uma pena que são poucas as pessoas se preocupam com o que Deus pensa sobre isso… querem apenas conseguir crescer, crescer e crescer!

vanity-run

Vaidade é correr atrás do vento!

Acredito que a dúvida do nosso leitor, não só é muito pertinente, como também é muito sábia. Vivemos em sociedade que se preocupa cada vez mais com seus desejos pessoais e não dão a mínima importância do que Deus pensa a respeito disso. Não se importam com o que Deus nos alerta a respeito da vaidade, das prioridades, do que é importante na vida e do que é supérfluo. Assim, sem se preocupar com isso, estamos como quem corre atrás do “vento”.

Corremos incansavelmente em busca da felicidade. Pensamos que a encontraremos quando conquistarmos aquele sonho. Pensamos que a felicidade se encontra nas realizações pessoais, até que alcançamos aquilo que lutamos tanto e chegamos a uma conclusão: NADA DISSO PODE SATISFAZER OS ANELOS MAIS PROFUNDOS DO NOSSO CORAÇÃO!

Para ilustrar o que acabei de escrever, esta semana  eu estava conversando com um amigo e na conversa ele me explicava um pouco sobre futebol, sobre o Corinthians que estava na final de um campeonato contra um time argentino chamado Boca Juniors (não entendo nada de futebol! rs). Achei muito lindo como ele teve sensibilidade de perceber que o ser humano está sempre buscando algo mais. Túlio falou sobre a insatisfação do ser humano como já tendo se tornado uma doença incurável. Senão vejamos:

“Há um plano horizontal do ego e o plano vertical de Deus . A única satisfação existente é a que vem do plano vertical de Deus.

O plano horizontal do ego é efêmero e sempre quer algo a mais, sempre quer algo maior e diferente…não se contenta. Você pode reparar que, se uma pessoa queria, por exemplo, um carro X, logo que conseguir ela já vai passar a querer o carro Y porque o carro Y tem isso ou aquilo que é diferente do carro X. O ego humano não encontra limites.

No caso do jogo de quarta, um jogador foi entrevistado logo após o apito final e já declarou que está muito feliz com a conquista, mas que agora quer vencer os jogos do final do ano que serão lá no Japão (rs).

A conquista de ontem, que era o maior e quase inatingível sonho, já se tornou passado e já deu lugar a um novo objetivo, que é o mundial do Japão.

Foi rápido, né? (rs)

Já no plano vertical de Deus nós encontramos a verdadeira e única satisfação… a plena satisfação. O nosso ego é anulado e nós passamos a querer somente a comunhão com Deus, que é a nossa grande e única satisfação.”

(Túlio)

 Sucesso Profissional X Insatisfação Humana

pensativo

Existe um assunto que sempre me deixou intrigada: O sucesso profissional X insatisfação humana. Talvez seja, por eu estar cursando Direito, um curso onde diariamente me deparo com homens e mulheres que se realizaram profissionalmente, alcançam altos cargos profissionais e outros que estão se dedicando muito para alcançar esse sonho.

Mas, existe algo me chama muita atenção e me deixa seriamente preocupada… é a ambição de conquistar um determinado patamar profissional, passar em um concurso ou ser promovido tornou-se uma epidemia em nossa sociedade. Essas ambições transformaram-se em ídolo, uma paixão doentia, uma doença crônica.

Permita-me explicar onde quero chegar…

Não estou dizendo que é errado ter ambições e sonhos de crescer profissionalmente (claro que não!). A Bíblia diz que tanto o querer quanto o realizar vem de Deus para os nossos corações. Não obstante, cabe a nós, diariamente orarmos e harmonizarmos os nossos sonhos com os sonhos de Deus, pesar se o que nos leva a desejar a realização daquele sonho é um desejo egoísta que satisfará nosso ego, ou se é uma vocação, um chamado que irá proporcionar honra e Glória ao nome de Deus no lugar que Ele nos colocar. E, principalmente,

se os métodos que usaremos para alcançar e conquistar aquele sonho não prejudicará nosso tempo a sós com Deus, e a nossa atenção à  família.

Outra coisa que me preocupa nessa jornada por concursos públicos e carreiras profissionais, é ver que o ser humano tem se tornado cada vez mais insaciável. Alguns afirmam com convicção que “passar naquele concurso é tudo o que mais querem na vida” e de repente, após aquela conquista, já mudam de idéia, já demonstram uma enorme insatisfação e assim precisam traçar novas metas, esquecendo-se e desconsiderando as vitórias antecedentes.

Sabe… os sonhos que DEUS coloca em nosso coração podem ser uma forma de ELE nos mostrar o que ELE deseja para nossas vidas.

O esforço vem de nós, precisamos correr atrás, ter perseverança, disciplina, fé, otimismo e FOCO. Sabemos que, principalmente, a jornada para concursos não é nada fácil. Porém, é natural do ser humano não se contentar com suas vitórias… nunca estamos satisfeitos, estamos sempre BUSCANDO ALGO MAIS. Estou errada? Com isso, alguns sonhos podem se transformar em ganância, falta de contentamento, solidão, frustração, depressão, inveja, orgulho, egoísmo e egocentrismo – e isso não provém de Deus para as nossas vidas!

Precisamos colocar os nossos SONHOS no altar de DEUS e saber que, como diz o sábio Salomão, TUDO É ILUSÃO! Precisamos buscar o Reino de Deus e a sua Justiça, todas as coisas coisas nos serão acrescentadas. Precisamos encontrar a nossa satisfação em JESUS antes de em qualquer outra área da vida.

insatisfeito

Carreira ou Vocação?

Depois da sugestão de post de nosso leitor, comecei a orar para que Deus me orientasse a respeito do que escrever. Aliás, eu também tenho MUITOS sonhos para a minha carreira profissional, mas quero que os meus sonhos agradem ao coração de DEUS. Foi quando, mais uma vez, aprendi com as sábias palavras do meu amigo Túlio. Fiz pequenas adaptações no texto dele, pois ele se referia a um caso especifico e aqui vou compartilhar de forma generalizada. Observe:

“Deus nos criou para exercer a profissão referente ao concurso que fomos aprovados. A profissão que temos deve ser suficiente para satisfazer a necessidade interior que sentimos com relação ao trabalho.

Quanto a vontade de prestar determinado concurso, existe em nosso coração um”senso de dever” com relação ao que fazemos, com relação à profissão que exercemos… afinal, fomos criados por Deus para exercer aquela função. Naturalmente precisamos sentir “senso de dever” para o qual foi criado, em relação a nossas ambições profissionais.

Entretanto, nem de longe isso será suficiente para dar a ele a satisfação da vida, o preenchimento do vazio do coração, que é algo que só Jesus Cristo pode fazer.

Consegui mostrar a diferença do raciocínio entre a satisfação da vida e o senso de dever profissional?

A satisfação plena só será atingida com a união desses dois elementos… pois não adianta termos Jesus Cristo no coração e não seguir a carreira para o qual fomos criado, pois o Espírito Santo o incomodará quanto a isso.

Bom… é o que eu acredito.”

(Túlio)

Aprendi com o Túlio que Deus coloca em nossos corações “desejos”, “sonhos” e “aptidões” específicas para seguirmos determinadas profissões, prestarmos determinado concurso ou seguirmos por determinados caminhos. Sempre que houver isso, teremos um “senso de dever” a ser seguido e sentiremos no coração o desejo ardente de honrar a Deus com aquela vitória. Assim, lutamos para alcançar nossos objetivos com uma visão diferente, que não estamos correndo atrás de vento, mas sim de algo que Deus nos proporciona a oportunidade de exercermos o propósito pelo qual fomos chamados.

Observe, há uma grande diferença entre carreira e vocação. Uma trata de procurar satisfação na vida e a outra trata de corresponder ao chamado de Deus para as nossas vidas, que é o que  nos faz sentir esse “senso de dever”, de buscar atingir nosso potencial e realizar algo relevante. Se você sente que Deus o colocou no mundo para realizar um trabalho especifico, então a remuneração, o status e a situação do mercado de trabalho não serão fatores tão relevantes.

Não há lógica nenhuma em uma pessoa possuir um dom genuíno para algo e abrir mão disso porque as pessoas dizem que o mercado de trabalho está saturado para aquela área. Se você estiver indo por um lado profissional onde você terá que abandonar todos os seus dons você nunca estará satisfeito pois estar ali.

Há um grande perigo nessa corrida dos concursos públicos, na busca pelo sucesso no mercado de trabalho. Algumas pessoas acabam se perdendo, perdendo a alegria de viver, perdendo a saúde, perdendo a família, perdendo os amigos, invertendo as prioridades e valores e entrando em um processo de auto-destruição. E pior de tudo: perdendo o relacionamento com DEUS, pois não sobra tempo para mais nada: só estudar!

sad-worker

De que adiante o homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Mateus 16.26

Não é raro vermos profissionais em altos cargos públicos, que  lutaram tanto para chegar até ali, entretanto continuam a reclamar e  valorizar o que os falta, e não conseguem se alegrar com o que têm e são. (Wallace fala: de fato, a Raíssa toca em um ponto interessante, pois vejo muitos colegas em cargos da elite administrativa, ganhando muito bem, insatisfeitos e sempre achando que são poucos valorizados ou que precisam de mais atenção do governo, etc).

Precisamos avaliar as motivações do nosso coração. Será que estamos desejando tanto aquele concurso ou aquele emprego porque é uma vocação que Deus determinou para que nós seguíssemos? Temos esse “senso de dever” em nossos corações que nos leva a querer alcançar aquele sonho para ser instrumento nas mãos de DEUS onde ele nos colocar? Temos o objetivo de devolver a ELE toda honra e toda Glória? Ou será que o que nos impulsiona a crescer é apenas uma motivação egoísta de agradar ao nosso próprio ego e quem sabe conquistar admiração de pessoas?

Creio que Deus deseja nossa prosperidade e crescimento profissional, aliás ELE deseja o melhor para cada um de nós. Porém, ELE deseja mais que tudo, que essa prosperidade seja, antes de tudo, espiritual, pois é em Cristo que encontramos suficiência e plenitude de alegria e satisfação. Quando há prosperidade interior (na alma), a circunstância de conquistar ou não um sonho não vai influenciar nossa felicidade e não roubará nossa paz, pois passamos a ter a convicção que antes da nossa vontade, a de Deus é que deverá prevalecer.

Uma alma próspera é aquela despojada da ganância, avareza, egoísmo e orgulho tão comuns hoje em dia. É aquela que não é movida a correr atrás de uma nova carreira profissional apenas porque o retorno financeiro será melhor, mas principalmente porque será uma oportunidade maior de glorificar e exaltar o nome de Deus.

Perceba: com isso não estou dizendo que precisamos de uma mentalidade franciscana (aka “voto de pobreza”), que foge do crescimento profissional como o diabo foge da cruz se este fosse o problema. Muitos cristãos que têm essa mentalidade se acomodam, ficam estagnados e pensam que, se for da vontade de Deus, as coisas vão cair do céu. #vai_nessa #capaz_que_vai!

Afinal, seria vaidade o desejo de subir ainda mais na carreira profissional, mesmo já tendo alcançado um nível que sempre almejou?

Sim, é vaidade. É vaidade no sentido abordado em Eclesiastes, pois tudo na vida é vaidade.

Entretanto, não é errado querer crescer profissionalmente mediante trabalho honesto, íntegro, correto, justo, dando testemunho da vida cristã, até mesmo porque o cristão trabalhador prosperará (Salmos 1) e ainda será exemplo para outras pessoas. Outras pessoas verão a glória de Deus através daquela pessoa que cresceu profissionalmente através de trabalho honesto, íntegro e com a ajuda de Deus. 

Portanto, não é errado e nem pecado querer crescer profissionalmente, desde que, obviamente, o crescimento profissional seja uma demonstração de honra a Deus.

E quando é que a vontade de querer crescer profissionalmente não será para a honra de Deus?

Não será para a honra de Deus quando:

1- Tiver uma motivação egoísta, isto é, quando a pessoa quer crescer profissionalmente para se ver no topo, para mostrar para os outros que era capaz, para poder exercer poder sobre os outros, para ver outras pessoas com ar de superioridade;

2- Tiver uma motivação invejosa, isto é, quando a pessoa quer crescer profissionalmente em razão de um desgosto por ver o crescimento profissional de outra pessoa, por querer ter, ser ou fazer o que uma outra pessoa tem, é ou faz profissionalmente;

3- Tiver uma motivação gananciosa, isto é, quando uma pessoa quer crescer profissionalmente em razão de uma ambição exagerada e sem limites, que a leva a agir inclusive através de conduta ilícita, imoral ou desonesta.

Todas estas 3 situações indicam que há algo errado no coração e indicam que o crescimento profissional não honra a Deus.

Portanto, a plena satisfação profissional e espiritual somente ocorre quando existe a honra a Deus.

(Túlio)

Diante de tudo isso, quando tivermos o desejo de lutar por um sonho, seja ele na área profissional ou não, para sabermos se aquele também é um sonho do coração de DEUS para nós, precisamos observar se as nossas motivações  se alinham com os princípios de Deus, fazendo assim uma sincera auto avaliação de nós mesmos.

Precisamos harmonizar nossos sonhos com os sonhos de DEUS. Precisamos almejar honrar a Deus em todas as coisas.

Se, após isso, observarmos que entendemos o chamado de Deus para as nossas vidas , sentirmos o “senso de dever” sobre a conquista daquele sonho, podemos seguir em frente e lutar, pois a benção de Deus estará sobre nós. Ele providenciará os meios necessários para nos ajudar a vencermos essa batalha!

Em Provérbios 16:3, encontramos:

“Confia ao SENHOR as tuas obras, e teus pensamentos serão estabelecidos”.

“Há caminho que parece direito ao homem, mas afinal são caminhos de morte” (Pv. 16:25).

Concluo esse meu texto compartilhando um texto que vi no blog de Rogério Greco, Procurador de Justiça, mestre em Direito Penal, que inclusive já passei como estudo para o pessoal da ABU.

Cargo Público não é tudo!

Hoje, domingo de carnaval, fui visitar um amigo querido que está internado no CTI de um hospital aqui de Belo Horizonte.

Esse meu amigo, que não vou divulgar o nome para não expô-lo desnecessariamente (embora tenha certeza de que ele não se importaria com isso), foi meu aluno durante alguns anos. Via todos seus colegas passarem em concursos públicos, mesmo aqueles que tinham começado a estudar posteriormente a ele. Isso começou a trazer angústia e desespero ao seu coração, e passou a ser viciado em remédios, principalmente as anfetaminas.

Conseguiu ser aprovado em um excelente concurso público, o de Procurador de Estado, mas isso ainda não o satisfez. Acabou sendo aprovado no concurso para Juiz Federal. No entanto, ainda faltava alguma coisa. Continuou, mesmo depois de ter alcançado o sucesso profissional, a tomar as anfetaminas. Bateu com o carro diversas vezes, tendo escapado em todos os acidentes por milagre.

Seu vício o levou a tentar um tratamento chamado de sonoterapia, pois seria obrigado a dormir, a fim de desintoxicar-se. Durante o tratamento, foi atacado por uma bactéria oportunista, que comprometeu seus pulmões e rins. Hoje, quando estive com ele naquele hospital, tive oportunidade de orar com meu amigo, que se encontrava completamente sedado, traqueostomizado e entubado, mas que, pela graça de Deus, reagiu durante a oração.

Amigos que me acompanham no blog, deixo aqui uma lição: Tudo sem Jesus é nada, nada sem Jesus é tudo.

Por isso, a Palavra de Deus diz para que não andemos ansiosos com o dia de amanhã. Temos que entregar nossas vidas a Deus, confiar Nele, pois o mais Ele fará. Cargos públicos, carros importados, riquezas, nada disso se compara ao amor de Deus. De que adianta ter um cargo tão sonhado, se não tivermos paz em nossos corações?

Agarre-se com Deus. Ele fará com que você seja uma pessoa completa, independente de sua condição social, financeira, etc. Quando for aprovado em algum concurso público, louve a Deus pela sua aprovação, mas não coloque no cargo público o seu coração.

Fiquem na paz.

Fonte: Rogério Greco

Sabe gente… Tenho aprendido que nem todos os sonhos provêm do coração de DEUS. Entretanto, alguns sonhos são Deus quem planta em nosso coração. Precisamos buscar acima de tudo alinhar os nossos desejos com a vontade de DEUS, só assim conseguiremos viver de maneira sábia e desfrutar em plenitude todas as coisas boas que DEUS nos proporciona.

De nada adianta “ganhar o mundo”  e perder a paz, perder a alegria, perder a doce maravilha de apreciar as coisas simples da vida. As melhores coisas do mundo não são as mais caras e mais difíceis, observe que as coisas mais lindas da vida consiste em fatos diversos da prosperidade material: um filho que nasce, uma flor que ganhamos, um perdão que recebemos, uma surpresa de quem amamos, uma família estruturada, unida, reunida, um beijo, um abraço, um amor verdadeiro e, principalmente, a salvação e a intimidade com DEUS.

Essas são coisas que o dinheiro, o sucesso, a fama, o concurso e a realização pessoal não podem comprar.

happiness

A maior satisfação que podemos alcançar na vida é estar no Centro da Vontade de Deus

Para refletir:

Eclesiastes 11:9 e 10

Alegre-se, jovem, na sua mocidade! Seja feliz o seu coração nos dias da tua juventude! SIGA POR ONDE O SEU CORAÇÃO MANDAR, até onde sua vista alcançar; mas saiba que por TODAS ESSAS COISAS Deus o trará a julgamento. Afaste do coração a ANSIEDADE e acabe com o sofrimento do seu corpo, pois a juventude e o vigor são PASSAGEIROS.

PS: (Marcel, obrigada pela sugestão do tema. Túlio, obrigada por enriquecer tanto o texto)

Querido leitor, espero que através desse texto o Espírito Santo tenha testificado que DEUS tem projetos e sonhos para a sua vida. Que você possa estar sensível a direção de Deus em todas as decisões. Aos que já estão certos do caminho a seguir, que Deus continue confirmando, dando forças, sabedoria e alegria nessa caminhada. Lembre-se que você pode todas as coisas em Deus que te fortalece.

Se, de alguma forma, esse texto tiver abençoado a sua vida, ou você tenha alguma experiência para compartilhar, deixe seu recado. Esse feedback é muito importante e gratificante para nós. E não esqueça de avaliar, clicando em Gostei, Curtir, +1 ou nas Estrelas. E curta nossa página no Facebook, claro (risos).

 

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!

Raíssa

Acadêmica do curso de direito da FADIPA. Líder e fundadora da ABU (Aliança Biblíca Universitária) na Fadipa. Autora do blog ww.raissabomtempo.blogspot.com.br e colunista do site www.gospelmt.com.br .
Twitter: @raissabomtempo

Website: http://www.raissabomtempo.blogspot.com.br/

Faça seu comentário e enriqueça o post!

4 Comentários

  1. MILTON

    NÃO QUERO DISCORDAR DO QUE VOCÊS ESCREVERAM, MAS SIM ACRESCENTAR, QUE O QUE FAZ O SER HUMANO SER CADA VEZ MELHOR PARA SI E PARA O PRÓXIMO É A DETERMINAÇÃO EM REALIZAR OS SEUS SONHOS, E NUNCA PARAR DE QUERER SEMPRE DAR O SEU MELHOR NAQUILO EM QUE ESTA FAZENDO, REALIZAR UM SONHO E LOGO ADQUIRIR UM NOVO MOSTRA QUE DEUS, ESTA CADA VEZ MAIS PRESENTE EM NOSSA VIDA E DANDO AINDA MAIS SABEDORIA, DETERMINAÇÃO, PARA O NOSSO APERFEIÇOAMENTO, PORQUE DEUS, QUER QUE A GENTE DÊ SEMPRE O NOSSO MELHOR PARA SER EXEMPLOS PARA AS OUTRAS PESSOAS, E PARAR DE SONHAR E PARAR DE CRESCER E ISSO DEUS, NÃO QUER.
    FELIZ AQUELE QUE SUPERA SEUS DESAFIOS E CONSEGUE REALIZAR SEUS SONHOS, E, MESMO DEPOIS, DE MUITA DIFICULDADE AINDA CONSEGUE TRAÇAR UM NOVO SONHO, UMA NOVA META, ISSO É CRESCIMENTO E APERFEIÇOAMENTO DA NOSSA VIDA, ISSO É DEUS AGINDO SOBRE NÓS.

    • Obg, Milton por sua contribuição ao nosso post. Deus o abençoe. Abs,

  2. Marcel

    Este post ficou muito bom. Que Deus abençoe Wallace e a Raíssa. Obrigado por prestigiar um simples pedido de um leitor. Era um questionamento que eu tinha e lembrei do Wallace e seu blog inspirado e inspirador. Desejo a todos que fazem parte desse blog que o Senhor possa guiá-los ainda mais para trazer ânimo e esperança àqueles que precisam.
    Que nosso objetivo sempre seja Jesus Cristo, o resto é vaidade.
    A Paz do Senhor.

    • apz, Marcel.

      nós que agradecemos sua sugestão, que gerou um post tão bom.

      =)

      Deus abençoe seus projetos, amado.

      abs,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *