o-grao-tem-que-morrer-para-viver

Aprendendo a dizer não ao pecado – Parte 2

Por Tagore Morais, do blog Desafiando Limites.

Leia: Aprendendo a dizer não ao pecado – Parte 1 clicando AQUI.

Assim sendo, não há como haver o abandono do pecado sem novo nascimento, sem arrependimento e sem regeneração do Espírito (as três juntas, inseparáveis e totalmente relacionadas).

Mas Tagore, quer dizer que se eu pecar então nunca passei por isso?

Amigo, entenda:

– o ser humano peca e enquanto o Senhor não transformar os nossos corpos carnais, então continuaremos pecando. Mas se você vive na prática do pecado, se não há nenhuma mudança em você e conforme o tempo passa você não se torna mais santo, mais consagrado a Deus então você provavelmente não foi transformado. Mas, se você tem dia-após-dia reconhecido os seus erros e travado lutas ferrenhas contra seu corpo, seus olhos, sua boca e, conforme o tempo passa, está mudado em uma outra pessoa, então se alegre, porque Deus está te aperfeiçoando.

Tendo todas essas coisas em mente, quero passar a falar de quatro atitudes que são consequência de uma vida regenerada e que fazem com que o crente, dia-após-dia, abandone o pecado.

“E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão e nas orações.” Atos 2.42.

Primeiro

A perseverança é algo fundamental na vida de todo o cristão. Para seguir a Deus, para amá-lo, para obedecê-lo, para orar, pra tudo isso, é necessário perseverança. Persevere em seguir a doutrina dos apóstolos (os da Bíblia, viu? risos), que está registrada na Palavra de Deus, a Bíblia, que testifica de Jesus Cristo. A doutrina dos apóstolos estava sempre em conformidade com aquilo que os profetas testificaram acerca de Cristo no Antigo Testamento. Vamos a um contexto histórico:

Há alguns (muitos) anos atrás (e provalmente também na época de Jesus), muitos e muitos não sabiam ler. Até a invenção da primeira da primeira impressora (prensa, de Gutenberg), que só se deu mais ou menos 1400 anos após a ressurreição de Jesus, não era possível que as pessoas tivessem acesso a livros como nós temos hoje. Portanto naquela época, a Palavra era ensinada pelos apóstolos e conferida no Antigo Testamento pelos que sabiam ler. As cartas apostólicas que se encontram na Bíblia eram lidas nas congregações, para que as pessoas meditassem, juntamente com os Evangelhos. Um costume das sinagogas judias era que o Antigo Testamento (que na época os judeus não o chamavam assim e, para ser honesto, nem hoje pois, para eles, não existe um Novo Testamento) fosse lido ao povo pelos líderes religiosos. E, provavelmente, essa (excelente) tradição foi transmitida às primeiras congregações cristãs.

Aprenda isso: hoje em dia Bíblia, pelo menos no Brasil, é uma coisa que não falta. Devore a Bíblia, aprenda, estude, porque essa Palavra santifica. Veja o que Paulo diz a Timóteo:

“Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido. E que, desde a tua meninice, sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para salvação, pela fé que há em Jesus Cristo. Toda Escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça, para que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente instruído em toda boa obra. Conjuro-te, pois, diante de Deus e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu Reino, que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. Porque virá tempo em que não sofrerão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. Mas tu sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.” 2 Timóteo 3.14-17.

Você não tem desculpa para não ler a Bíblia, como aquelas pessoas que não sabiam ler. Persevere em ler, todos os dias, em meditar e guardar aquilo que você está lendo.  Se você tiver dificuldade com a linguagem, te aconselho que compre a Bíblia na tradução: Nova Versão Internacional (NVI). Um outro conselho, muito útil, que me foi dado quando comecei a ler a Bíblia é: comece pelo Novo Testamento (uma boa dica é começar pela Primeira Epístola de João, 1 João). E também: ore sempre antes de ler, pedindo que o Senhor te dê entendimento.

comunhão-e-fundamental

Segundo

Comunhão é fundamental. Primeiramente a comunhão com Deus, que se adquire em oração, mas também a comunhão com os santos de Deus, seus irmãos em Cristo.

Nós, que fomos salvos pelo Cordeiro de Deus, somos feitos, individualmente e como todo, noiva do Cordeiro e membros do corpo de Cristo. Há muita gente hoje em dia dizendo que crê em Deus, e até que o serve, mas que não vai a igreja. Isso é uma mentira. Se nós cremos em Deus, fomos salvos e o servimos, então nós temos comunhão com a Igreja de Cristo, estamos em constante contato com ela e a amamos. Isso envolve se reunir com os irmãos em algum lugar (digo “algum lugar”, pois na época da perseguição no Império Romano não havia um edifício específico onde as pessoas se reuniam para adorar).

Parênteses: Se por algum motivo você está incapacitado, em um hospital, acamado, ou preso, ou não pode sair de casa então não se preocupe em ir a um edifício com uma placa escrita igreja. Mas se você pode, então não arranje desculpas para não ir. Se a sua família é cristã, seus pais, filhos, irmãos, ou quem morar com você for cristão, então vocês devem ser igreja também dentro de casa (o que ajuda em muito as pessoas que estão incapacitadas de irem a uma congregação). É fundamental que as famílias se reúnam em oração, para ler a Palavra, para louvar a Deus, para estar em comunhão. Muitas famílias hoje em dia têm sido arruinadas pelo pecado por não estarem em comunhão com Deus em seus lares, unidos, segundo o propósito de Deus para com os homens.

Até com seus amigos você pode (e deve) se reunir como igreja. Qual foi a última vez em que você esteve unido com os seus amigos, fora de horário de culto, para orar, ler a Palavra e jejuar? As suas amizades têm glorificado a Deus? Elas têm trazido bençãos para sua vida espiritual, ou têm te afastado do Senhor Jesus Cristo? Seja amigos de crentes fiéis. Afaste-se de “cristãos” que não acrescentam nada à sua vida e una-se a pessoas verdadeiramente espirituais, fiéis a Deus. Lembre-se do Salmo 1.1:

“Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores!”

“Mas Jesus disse que não são os sãos que precisam de médicos, mas os doentes! Como meus amigos não-cristão saberão sobre Jesus?” Ah, meu amigo! Como eu já disse isso e me dei muito mal pecando! Veja, Jesus não estava com os pecadores para fazer as mesmas coisas que eles. Ele ia e pregava sim, mas as suas amizades foram demonstradas nos diversos momentos em que Jesus esteve a sós com os seus discípulos, para orar e para buscar ao Senhor (João 18; Lucas 9:28-26). As amizades íntimas do Senhor Jesus eram com os seus discípulos: João, Marta, Maria, Lázaro, entre outros.

Veja o que nos diz a Bíblia em 2 Coríntios 6.14:

“Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel?”

e também:

Não se deixem enganar: “as más companhias corrompem os bons costumes”. 1 Coríntios 15:33

Se você quer pregar o evangelho a essas pessoas, pregue. É sua obrigação, inclusive. Mas é impossível que vocês tenham comunhão, até que aquele que está em trevas passe para a luz. Sendo assim, tenha comunhão com os santos. Sim, na igreja (ou seja, sendo participante dos cultos) e também (ou seja, sem excluir nem um nem outro) em sua casa, com sua família e seus amigos. Seja amigo de quem é espiritual, de quem tem algo a acrescentar em sua vida cristã. Isso te ajudará a ter sabedoria e prudência em sua vida e te fará mais firme diante do pecado.

Quer saber o terceiro e o quarto pontos? Então espere a terceira parte. ;-)

Gostou? Então louve a Deus, comente, compartilhe, curta, +1, estrelinhas e curta a nossa página no facebook!

Deus o abençoe.

 

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!