4 Atitudes Comprovadas Para Conquistar Seu Espaço e Ser Bem-sucedido

o sucesso é possível

4 Atitudes Comprovadas Para Conquistar Seu Espaço e Ser Bem-sucedido

Às vezes, eu me sinto um pouco contraditório ao escrever sobre motivação, já que ultimamente eu não tenho me sentido muito motivado a escrever textos meus. Mas, recentemente, recebi um incentivo e tanto: uma leitora, Deborah, me cobrou um novo texto, pois me disse que gostava de lê-los. Assim, comovido pela inusitada e inesperada cobrança, me animei a escrever algumas linhas que fossem úteis a quem precisa de motivação para continuar lutando e, finalmente, poder contar vitória.

Preciso ser honesto que este breve post teve inspiração em um blog sobre Economia que leio, o Dinheirama, editado pelo competente e atuante educador financeiro Ricardo Pereira. Clicando aqui você poderá ler seu post original, o qual recomendo enfaticamente sua leitura.

Agora vamos às atitudes necessárias para enfrentar – e vencer – nossas lutas cotidianas, para um dia alcançarmos os objetivos que tanto almejamos. Podemos ir às lições, então? Vamos lá!

1. Não dê tanta atenção ao que os outros pensam de você

Eu, desde muito novo, sempre dei muita bola para o que os outros pensavam de mim, ou seja, era muito inseguro e susceptível à opinião alheia, me deixando levar pela cabeça dos outros com facilidade. Inclusive, isso era regra em meus relacionamentos amorosos, e os prejuízos causados foram muito desagradáveis e constrangedores.

E isso perdurou até que percebi que continuar agindo assim, que pode ser considerado uma falta de atitude, iria me levar ao fracasso certo. Então, tomei a decisão de parar de me preocupar com o que os outros pensavam de mim, afinal isso era problema deles, e não meu.

Posso lhe assegurar que foi uma das melhores coisas que fá fiz, e se eu somar a ela o fato de ter aprendido a dizer NÃO, justamente porque as opiniões alheias deixaram de fazer tanto sentido pra mim, minha vida mudou muito, e para muito melhor.

#dica: quando você se importa com a opinião de quem não se importa com você, sua vida acaba se tornando cativa da vontade alheia. Por isso, não apenas mude seu modo de pensar, mas também seu modo de agir e aprenda a dizer NÃO a quem quer lhe explorar.

2. Crie um método que agilize a tomada de decisões

Esses dias estava conversando com um aluno meu do coaching do Ponto dos Concursos, e comecei a dar dicas de como ele poderia tomar decisões melhores, apenas eliminando as opções mais complexas e trabalhosas, que também são, frequentemente, inócuas.

Exemplo: se você vai tomar uma decisão em que suas chances de ganho são maiores do que de perda, já é um forte indício de que vale a pena tentar. Outro detalhe: se sua situação não vai melhorar ou pode piorar se você não agir, é outro forte indício que o melhor a fazer é arriscar.

Quando eu ainda era concurseiro, antes de ser concursado e professor de estudo para concursos, descobri bem cedo que decidir com rapidez era um diferencial daqueles que figuravam nas primeiras colocações. Todavia, não bastava apenas decidir rápido, mas acertar na escolha! E, para se conseguir isso, o segredo era muito, mas muito treino para deixar a mente ágil e responsiva aos problemas encarados.

#dica: para conseguir decidir com rapidez, arrisque-se! Você não vai conseguir isso de imediato, mas a prática vai levar à perfeição. Palavra de quem já foi bastante indeciso e inseguro até dizer chega.

3. Na dúvida, prefira a solução mais simples

Esta atitude é complemento da anterior e uma das formas de se conseguir decidir com rapidez e com elevado índice de acertos. E qual é a receita milionária? Na dúvida, opte pela solução mais simples, direta e objetiva.

Nesses meus poucos anos de vida e experiência (algumas décadas, mas não pergunte, ok? risos), já me deparei com problemas complexos e situações intimidatórias, não só na vida como nas provas de concursos.

E, por falar em concursos, um dia eu li uma analise de questão de prova que me deu aquele famoso insight: não se assuste com o tamanho do problema, porque, às vezes, a solução pode ser bem mais simples do que aparenta.

#dica: procure eliminar da equação tudo aquilo que é supérfluo e só atrapalha. E isso se consegue focando no que é essencial, como diria o Pequeno Príncipe! Ou melhor dizendo, a raposa… risos. E o que não é essencial, como faço para descobrir e descartar?

É tudo aquilo que não traz impacto significativo na decisão: o famoso “não inflói nem contribói“, o “zero à esquerda”. Elimine isso e sua decisão ficará mais clara, embora isso não queira dizer mais fácil de ser tomada.

4. Esteja disposto a pagar o preço da conquista

Recentemente fui acometido de um problema grave de coluna. Sim, eu sei, é o peso das décadas chegando, embora o problema também tenha a ver com a circunferência abdominal, se é que me entendem…

Consulta médica vai, exame chato vem, resultado sai e lá fui eu fazer fisioterapia e sair do comodismo, ou melhor da ociosidade (sedentarismo seria a palavra, mas como é muito forte, deixei de lado…). E para quem está parado, enferrujado, criando telhas* de aranha, qualquer levantar de pálpebra e mexer de dedo era dolorido (que exagero né)!

Mas, para me ver livre das dores nas costas, pernas e protuberância glútea. Momento confessionário: é mentira, de tanto estudar, sou uma tábua de tanto que fiquei sentado… =¬) Voltando: para voltar a ter uma vida normal, tive que encarar o fato de que para evitar as dores crônicas e prolongadas eu precisaria me submeter a sentir… dores temporárias. Ou seja, alongamentos, fazer força, suar e sentir a musculatura ranger.

#dica: grandes conquistas requerem grandes esforços, renúncia e sacrifícios, por vezes, dolorosos. Não se iluda: a dificuldade de se chegar ao seu alvo vai ser a medida de seu esforço para atingi-lo. Grandes metas exigem grandes esforços e pesados investimentos. Se você não estiver disposto a pagar o preço requerido, é melhor nem perder tempo se iludindo.

Conclusão

São dicas muito práticas, não é verdade? Posso até admitir que não são tão fáceis de serem postas em prática, do dia pra noite. Mas, se você começar a fazer isso hoje mesmo, quanto mais cedo iniciar, mais rápido você conseguirá melhorar seu desempenho em várias áreas de sua vida.

Assim, o que é que custa você tentar? Muito pouco, não é verdade? E o que você tem a ganhar? Muita coisa, estou certo? Então, o que é que está faltando para você parar de hesitar e começar a agir?

Você percebeu que no parágrafo anterior eu utilizei a técnica descrita no item 2? Reduzi as opções àquela mais viável, com o melhor custo x benefício. Aprendeu?

Então ótimo: agora é sua vez de tentar!

;¬)

* eu sei

 

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!

Wallace

Just another little servant of the Lord Jesus Christ. Apenas mais um pequeno servo do Senhor Jesus Cristo. Editor do blog Desafiando Limites (http://wallysou.com). Crítico do cristianismo evangélico da prosperidade e pensador cristão amador.

Website: http://wallysou.com/

Faça seu comentário e enriqueça o post!

2 Comentários

Olá, agradecemos sua visita e seu comentário. Sua opinião enriquece a discussão e é importante para nós, obrigado!