frustracao

Bateu o desespero? Deus tem uma palavra para você hoje!

14 Portanto, eis que eu a atrairei, e a levarei para o deserto, e lhe falarei ao coração. 15 E lhe darei as suas vinhas dali, e o vale de Acor, por porta de esperança; e ali cantará, como nos dias de sua mocidade, e como no dia em que subiu da terra do Egito. (grifos acrescidos) Os 2.14,15

Esta artigo é fruto da mensagem que eu preguei no culto de doutrina do dia 02/março, quarta, na Assembleia de Deus do Riacho Fundo I, que fica em frente ao terminal rodoviário do Riacho Fundo, ao lado do Feitosa Material de Construção. Nossos cultos noturnos são: quarta – doutrina 20-21h30, sexta – oração 20-21h, manhã com Deus – sábado 8-12h, Ceia – 1º sábado do mês 19h30-21h e domingo – EBD 9-11h e culto público 19-21h.

Você será bem-vindo!

Quando eu cheguei na igreja, o pastor me chamou e me perguntou se eu poderia levar a mensagem, devido ao fato de ele estar muito mal da garganta. Sinceramente, eu não esperava, mas me coloquei à disposição. Depois, fui ao meu banco e fiquei me questionando o que eu falaria, qual mensagem eu pregaria. Comecei a vasculhar a Bíblia atrás de alguma mensagem já pronta, mas meu coração não ficava em paz.

Então, fiz uma pergunta a mim mesmo: por que eu não falo o que Deus quer que eu fale? Logo me veio à mente o livro de Jó para falar sobre sofrimento, perseverança e mudança de situação. Quando fui abrir em Jó, me lembrei da passagem sobre o deserto que eu havia procurado dias antes e não achava, embora soubesse que estava em Oséias. Dessa vez achei de cara e comecei a meditar.

O que se segue é um pouco da reflexão que fiz com os irmãos presentes, e que quero ter o prazer de compartilhar com você, querido leitor do blog Desafiando Limites! Agradeço de coração se você se dispuser a avaliar o post, deixar um comentário ou compartilhar com seus amigos – caso goste, claro.

E, antes que me esqueça, obrigado por nos honrar com sua visita!

Podemos iniciar nossa reflexão sobre os 2 versículos? Você poderia voltar lá em cima e lê-los novamente? Será indispensável para entender o que quero lhe dizer e também para compreender minha linha de raciocínio. Dê um pulo lá e volte pra gente bater um papo, ok? Pre-pa-ra que lá vem textão!

1. Portanto

Eu não conheço sua situação e nem sei pelo que você está passando, na verdade eu sequer conheço o nome da maior parte dos leitores do blog. Mas, a despeito disso, eu tenho algo a lhe dizer: esse portanto tem um significado interessante para que sua vida se torne mais suportável e que você encontre forças para continuar lutando.

“Portanto” geralmente inicia uma oração ou frase para explicar um motivo, uma razão, uma atitude ou ação que será tomada dali por diante. Até aqui tudo bem, o que mais você tem Wallace? Rapidamente, isso quer dizer que, não importa o que você está passando, isso faz parte de um projeto  que o Senhor tem para sua vida, ou seja, há um propósito e uma razão nisso tudo.

Não, não é obra do acaso, não é algo sem sentido e sem razão. Talvez você não esteja vendo, mas Deus tem um propósito e uma razão para o que está acontecendo em sua vida! Creia que Ele sabe o que está acontecendo, mesmo que você não tenha a mínima desconfiança.

Idéia-chave: existe um motivo para você estar na situação em que está, não é por acaso!

2. Eu (o Senhor)

Geralmente, em grande parte por causa do lixo da teologia da prosperidade que invadiu nossos púlpitos, nós somos levados a pensar que tudo de bom que acontece conosco só pode vir se for de Deus, e tudo de ruim que acontece só pode ser obra do capeta. Nada mais errôneo e contrário à Bíblia. Nem tudo que acontece de bom conosco vem de Deus, pode ser da parte do diabo que quer nos corromper.

E, às vezes, Deus quer nos ensinar algo e nós não queremos nos submeter, o que Ele faz? Nos prova, corrige e quebra a dureza de nosso coração por meio do sofrimento.

Está gostando do artigo? Que tal assinar nossa newsletter?

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!

Então, se você está passando por situação difícil, não fique pensando que sua vida é controlada pelo diabo, que ele pode pintar e bordar com você. Sua vida está nas mãos de Deus e é Ele quem controla o que se passa com você, não o diabo. E só isso já vai contribuir para que você consiga suportar melhor a situação e continuar lutando, porque agora você sabe que isso faz parte de um plano de Deus para sua vida.

Idéia-chave: é Deus quem controla sua vida, e não o diabo!

3. Atrairei

Eu poderia citar uma forma de atração como aquela que ocorre quando duas pessoas se conhecem e se sentem atraídas uma pela outra. Ou poderia ser também aquela do amor platônico, onde uma parte se sente atraída pela outra. Tem também um livro que fez muito sucesso um tempo atrás, como o nome de “A Lei da Atração”. Mas, no meu entender, a atração que melhor caracteriza o que o texto quer expressar – pelo menos a força que ela exerce – é aquela que um ímã ou magneto exerce sobre os metais.

Imagine que você fosse um prego ou parafuso e Deus o ímã. Você está lá, quieto no seu canto, todo tranquilo e o Senhor passa perto de você. É isso que Ele faz: tira você do comodismo, mexe com você, sacode você e não lhe deixa ficar do mesmo jeito. Na presença de Deus, ninguém consegue ficar parado, ninguém consegue ficar do mesmo jeito que antes! Nós somos atraídos, puxados, irresistivelmente sugados pela presença de Deus!

Pode ser que você esteja pensando: “eu estava bem, tranquilo, quieto no meu canto, e tudo virou de cabeça pra cabeça de uma hora pra outra” ou então “o que eu fiz de errado, o que está acontecendo? nada do que eu tento dá certo”! Meu amigo, quando o Senhor passa perto da gente, nada mais será como antes, ninguém consegue resistir ao seu poder de atração!

Idéia-chave: quando Deus nos atrai para ele, não conseguimos resistir!

4. Levarei

Nesse ponto não vou me deter muito, mas quero explorar o fato de que você só é levado por alguns motivos bem simples: quando não se tem opção, quando não se pode resistir a quem leva (como um sequestro, por exemplo), quando se está incapacitado ou impossibilitado (como um paciente em uma maca, por exemplo) ou quando você não quer ir, mas não é capaz de fazer qualquer objeção.

Se Deus está dizendo que vai levar, meu amigo, não adianta ficar se debatendo, gritando, resmungando e arrancando os cabelos! Apenas aceite isso da melhor forma e guarde suas energias para lutar quando for preciso. Acalme-se e descanse no colo do Senhor, afinal se é Ele quem está lhe levando, tente pelo menos tirar proveito da viagem e apreciar a paisagem. Não existe lugar mais seguro do que o colo de Deus, então descanse e deixe Ele levar você para onde Ele quiser.

Idéia-chave: se Deus quer levar você para algum lugar, deixe-se levar!

5. Deserto

Eu já escrevi rapidamente sobre o deserto, e você pode conferir aqui. Mas, afinal o que é deserto? É aquele lugar de privação, provação, solidão, perigos inesperados e escondidos e um lugar de situações extremas. É o lugar onde você não pode ter tudo o que você quer e deseja, não tem mercado na esquina e nem hipermercado 24 horas abarrotado de tudo o que você imaginar. No deserto também não tem o colo quentinho do papai, a comida na hora certa e nem cama arrumadinha da mamãe! Deserto é um lugar onde os meninos viram homens de verdade ou perecem.

Mas, não só isso. O deserto é um lugar especial para quem está tentando entender os sinais do Céu. Alguns dos maiores e mais famosos telescópios do mundo estão localizados em regiões desérticas, graças às condições peculiares que só existem lá: céu limpo e livre de interferências climáticas e humanas. Ou seja, é um lugar ideal para ouvir e entender o que o Céu tem para nos dizer.

E então descobrimos o motivo, razão, circunstância (lembrei do prof.º Girafales agora) do porquê Deus nos coloca no deserto. É porque Ele quer se comunicar conosco sem interferências, quer que sua voz seja ouvida e entendida para não termos desculpa de não fazer a vontade dEle. E não existe lugar melhor do que o deserto para quebrar nosso orgulho, soberba e arrogância e nos deixar humildes e sensíveis para ouvir a voz de Deus.

Idéia-chave: é no deserto que os maiores milagres acontecem e Deus se faz presente de um modo muito real!

Está gostando do artigo? Que tal assinar nossa newsletter?

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!

6. Falarei

Deixe-me lhe dizer algo bem legal sobre “deserto”: no linguajar evangeliquês deserto é conhecido como “a faculdade do crente” e o sofrimento que se enfrenta no deserto é chamado por C. S. Lewis (aquele de Crônicas de Nárnia, sabe né) de megafone de Deus!

Logo, com apenas essas poucas palavras, você descobre um dos grandes motivos porque Deus lhe colocou no deserto: ensinar algumas coisinhas a você… e, entre essas coisinhas, que você aprenda a prestar mais atenção e dar mais ouvidos à voz de Deus. Sim, Ele quer falar com você e, quer saber da melhor, Ele quer que você preste atenção no que Ele tem para lhe dizer. Não é o máximo isso, Deus querer que você dê atenção pra Ele?

Algumas pessoas pensam que por estarem no deserto isso é sinal de que Deus não as ama mais, que eles fizeram alguma coisa que deixou Ele chateado e, então, só de mau, o Senhor botou eles de castigo no deserto como se faz com menino buchudo, birrento. Não, meu filho, Jesus ainda te ama, seu abestado! Ele só quer ter um particular contigo e te ensinar a ouvir e entender melhor a voz dEle!

Pare com essa manha, deixe de birra e não fique de pantim, que é uma gíria nordestina para… aquele comportamento meio… meio… hum… é frescura mesmo. Pronto, falei: deixe de frescura. E outra, Ele é Deus, se Ele quer te colocar no deserto, Ele coloca e pronto. Apenas aguce seus ouvidos e aprume bem as orelhas se não quiser passar mais tempo do que o necessário para aprender a escutar a voz de Deus!

Idéia-chave: mesmo em meio aos problemas, não pare de prestar atenção na voz de Deus!

7. Darei

Sabe uma das coisas que acontece quando você entra no deserto? Você começa a perder as coisas: você perde a arrogância, perde a prepotência, perde a soberba, perde a paciência, perde as estribeiras e, às vezes, perde também a reputação e a noção das coisas. Quando eu morei em Natal, capital do Rio Grande do Norte, Deus falou com um irmão enquanto ele me abraçava e ele então me disse: “o Espírito Santo acabou de me dizer que Ele vai te colocar no deserto!”

E eu lá sabia o que era deserto! Mas, eu logo viria a descobrir. Só pra resumir, além das coisas que eu falei no parágrafo anterior que se perde num deserto, eu também perdi: namorada, estabilidade financeira, conforto, tranquilidade e quase perdi a sanidade. Pra não dizer que só perdi coisas naquela época, eu também ganhei algumas: dívidas e uma depressão que me oprimiu por alguns meses.

Minha passagem pelo deserto se parece um pouco com a de Noemi: “cheia saí, mas vazia voltei”. Mas, quando chegou o momento de sair do deserto, eu era outra pessoa, praticamente uma nova pessoa: mais maduro, mais consciente, mais atento à voz de Deus e, principalmente, mais preparado para entrar na terra da promessa. E entrei, viu?

Você pode ter perdido muita coisa entrando nesse deserto, mas o Deus que permite que você perca é o mesmo Deus que restitui, e Ele vai lhe restituir o que você perdeu. No tempo dEle, mas vai.

Idéia-chave: Deus tira, aprendemos com Jó, mas Ele também dá, e dá em dobro!

8. Vale

Imagino que você deve estar um pouco abalado com o que falei até agora. Mas, tenha calma, aperte os cintos e se segure na cadeira que nem eu terminei e ainda vem bomba pela frente. Se ajeitou na cadeira? Podemos seguir em frente? Ok, então lá vamos nós. Se você pensava que o deserto era ruim, deixe eu lhe contar uma novidade: nesse deserto tem vale.

E o que é um vale? É um lugar baixio, uma depressão, um local onde, biblicamente falando, as coisas não vão muito bem e, quando você menos espera, elas pioram. Esse é o vale. Quando você encontra um crente, pergunta como ele está e ele responde: “estou no vale”, pode esperar que nesse vale tem rio de lágrimas correndo. É, meu irmão, nesse deserto tem vale, sim senhor.

Mas, nesse vale, saiba, tem Alguém, lá do alto, olhando para você, contemplando sua vida e cuidando de você. Você não está sozinho nesse vale. Ele está te vendo, você não está só nem desamparado. O Senhor está olhando para você e não vai deixar você perecer nesse vale! Pode crer!

Idéia-chave: você pode estar no vale, mas existe Alguém lá do alto olhando para você!

9. Acor

Eu já lhe avisei que as coisas podem piorar? Ótimo, então você já estava preparado, certo? Não? Como assim “não estava preparado”? Então se prepare homi seu minino, oxente bixinho! Então talvez você esteja se perguntando “o que pode ser pior do que um vale no meio do deserto?” Verdade, o que pode ser pior do que um vale no meio de um deserto, não é verdade?

Isso: o nome do vale é Acor. Tá, mas e daí, o que cargas d’água é Acor na feira do rolo pelamordeDeus? Acor, se você não sabia, fique sabendo, significa problema, e dos grandes! Sabe aqueles problemas que só de a gente ouvir falar dá arrepio? Pois é, daqueles… Então, recapitulando: primeiro, o deserto (privação, provação); depois, o vale (afundar, chegar ao fundo do poço); e, pra coroar com chave de ouro, o bendito do vale tem o nome de… PROBLEMA! Você só pode tá de brincadeichion comigo! Tô não, mermão. É sério.

E digo mais: nesse vale que está dentro do deserto, e que se chama Acor (problema, tribulação, angústia), cada dia é uma luta diferente, uma batalha a ser vencida, todo santo dia. Você será moído, vai ter dia em que sentirá destroçado, despedaçado, todo quebrado. Mas, não se preocupe, não se desespere, sabe por quê?

Porque Deus vai pegar esses pedaços e fazer de você um vaso novo, para glória do nome dEle! Sim, você pode estar hoje só o bagaço, só a capa da gaita, mas Deus vai pegar esses pedaços e te refazer de novo! Ele vai reconstruir o que se quebrou, Ele vai montar seus pedaços de novo, creia nisso.

Idéia-chave: os problemas não vêm para nos afastar de Deus, mas para nos aproximar dele!

10. Porta de Esperança

Acho que muitos não vão entender bem o que vou dizer, mas isso vai fazer sentido para muitas pessoas. Houve uma época, quando o Sílvio Santos ainda parecia bem mais jovem do que hoje (estou falando sério, rarrái rirri) e no domingo tinha no programa dele um quadro que meus pais amavam assistir. Era a Porta da Esperança. Inclusive meu pai um dia escreveu uma carta pro programa, e nunca teve resposta. Enfim, vida que segue né.

Voltando: nesse programa, as pessoas que tinham suas cartas sorteadas para irem ao programa contavam os problemas que passavam, porque queriam ou precisavam daquilo que estavam pedindo etc e tal. Passava um pouco da história da pessoa e, no final, entrava aquela música bem dramática e a câmera focava na tal Porta da Esperança, que abria após o suspense para mostrar se tinha alguém atrás dela que iria ser o patrocinador daquela ideia.

Algumas vezes, não tinha ninguém. Aparentemente, nem o próprio Sílvio sabia quando não tinha, pelo menos ele parecia solidário com a pessoa que ficava bem decepcionada, é óbvio. Mas, na maioria das vezes, sempre aparecia alguém que era dono de uma empresa, fábrica ou algo assim que se dispunha a ajudar a pessoa a realizar seu sonho. Me parece que mais recentemente o programa do Gugu tinha um quadro parecido.

Pra quem nunca assistiu, vou colocar um vídeo rápido aqui pra você ter a noção de como era:

Pense na alegria que a pessoa expressava quando a porta se abria e tinha alguém lá, chegava a ser emocionante, as pessoas choravam, umas gritavam, pulavam, era interessante, porque a gente, querendo ou não, ficava torcendo pra ter alguém mesmo e ajudar quem ia lá. Mas, o que isso tem a ver com você, deserto e o vale de Acor? Tudo.

Você está diante de alguém que pode lhe ajudar e, melhor, que tem o poder de abrir a Porta da Esperança pra você. E eu quero ser ousado para lhe dizer algo: quando a Porta se abrir, Deus terá colocado alguém do lado de lá para ajudar você a sair dessa situação! Pode começar a imaginar aí, onde você está, ouça a música e aguarde ansioso a porta se abrir. E, quando ela se abrir, você saberá que chegou a hora de cantar o hino da vitória.

Idéia-chave: Deus nos surpreende quando menos esperamos e tem a chave para abrir a porta que precisamos que seja aberta!

11. Cantará

A Bíblia diz: “está alegre? cante. Está triste? ore”. Eu já passei por isso e sei como é, pode acreditar que eu sei. Naquela época, lá em Natal, quando tive depressão, eu vivia triste praticamente todos os dias. Era raro o dia que eu não chorava. Havia dias que eu chorava tanto num dia que faltava lágrima pra chorar no outro. Haha, é sério, estou rindo mas tô falando sério. Ok, vou tentar ficar sério pra você acreditar. HAHAHAHAHAHAHAHA. Desculpe, não consegui. Vamos tentar de novo… hehe

Então, onde eu estava mesmo? Ah sim, chorando né. Ok, eu chorava muito, sabe aquela figura de linguagem quando alguém diz que “chorou um rio de lágrimas”? Era eu. Eu chorei mais em uns 3 meses do que no resto da minha vida! Às vezes, eu abria a Bíblia e lia um versículo que dizia que Deus ia mudar o pranto em folguedo, transformar o choro em riso, aí é que eu chorava com força. Chorava até a pálpebra ficar toda engiada (outra gíria do Nordeste, que significa algo que ficou enrugado por causa da umidade).

Mas, um dia Jesus deu um basta e minha vida foi mudada. Eu vim a conhecer o outro lado do deserto. Quando o Senhor abriu a Porta da Esperança pra mim, tudo mudou! Mudou tanto que hoje eu faço piada das agruras que passei e do sofrimento que vivi. E esse é o mesmo Deus que também vai chegar com providência na sua vida, enxugar suas lágrimas e tirar você desse vale de lágrimas que você está hoje! Posso ouvir um amém?

Idéia-chave: não deixe que as lágrimas e a tristeza de hoje ofusquem sua visão da alegria que você experimentará no futuro!

12. Mocidade

Existem pessoas que são bem saudosistas, sabe? Aquelas que gostam de ficar lembrando do passado, de seus tempos áureos, dos anos dourados. Isso acontece na maior parte das vezes quando as pessoas estão passando por grandes dificuldades no presente, então elas se refugiam nas recordações agradáveis do passado. E aí pode haver um grave problema: fuga da realidade. Recordar das coisas boas do passado faz bem, mas não deixe isso virar um esconderijo mental para fugir dos problemas que devem ser enfrentados hoje.

Mas, então, Wallace, quer dizer que Deus vai fazer uma reviravolta na minha vida que será como se eu revivesse ou voltasse aos bons tempos de antes? Bom, sinceridade? Não sei. Mas, pela minha experiência, eu posso dizer que Deus não me fez voltar aos bons tempos de antes, quando eu ficava lembrando como era boa a vida que eu tinha lá. Então, o que foi que Ele fez na minha vida?

Bem, Ele fez algo tão extraordinário que nem sei explicar, e só sei dizer que Ele fez minha vida muito melhor do que eu jamais tinha vivido antes. Então, pra que ficar pensando só no passado que foi bom se Deus pode fazer seu futuro ótimo, não é verdade? Olhe pra frente, porque a saída do deserto está no futuro, e não no passado.

Idéia-chave: Deus é aquele que nos faz recuperar o tempo perdido e experimentar novamente a abundância do passado!

13. Subiu

Sabe lá em cima, quando eu falei que o vale era o fundo do poço do deserto? Pois é, mas Deus é especialista em levantar do monturo o necessitado e o fazer assentar entre os príncipes! Sim, Ele pode fazer coisas grandiosas e tremendas que não esperamos. Sabia que o nosso Deus é um Deus de surpresas? Sabia que Ele gosta de fazer surpresas pra gente? Pois bem.

O Senhor vai fazer uma reviravolta em sua vida. Quem te viu descer vai te ver subir. Quem viu você cair vai ver você se erguendo de novo! Deus pode ter deixado você cair, até mesmo que isso fosse parte do plano dEle de trabalhar em sua vida. Mas toda obra, por mais difícil que seja, um dia acaba. Toda construção, por mais complexa e trabalhosa que seja, chega ao fim. E é isso que você vai experimentar, a saída da crise, a volta por cima e deixar pra trás o vale de lágrimas.

Você caiu? Não se preocupe, não entre em desespero! Na vida cristã é assim mesmo que funciona: primeiro tem que descer pra depois subir. Se você está embaixo agora, tá tudo certo, é sinal de que amanhã você vai subir. Fique tranquilo, Deus está no comando e, no fim, vai dar tudo certo.

Idéia-chave: na vida cristã o descer sempre vem antes do subir! Se está descendo hoje, é para subir amanhã.

14. do Egito

O Egito era um lugar que evocava sentimentos mistos no povo de Israel. Se por um lado foi o lugar do livramento de Deus para Israel e sua família, onde José chegou como escravo e se tornou governador, por outro lado foi o lugar onde eles sentiram o chicote dos capatazes e a dura servidão debaixo de faraó, servindo como mão-de-obra escrava.

Mas o mesmo Deus que disse a Jacó para descer ao Egito que Ele seria com eles, foi o mesmo Deus que chamou Moisés em meio a uma sarça ardente e disse: “Eis que tenho ouvido os gemidos dos filhos de Israel e o seu clamor chegou até mim. E desci para livrá-los das mãos de faraó!”

Viu isso? Deus desceu. Onde você está agora? No fundo do poço? No vale? Pois é de lá que Deus vai te tirar! Ele vai descer até onde você estiver e arrancar você de lá, por mais fundo que seja o buraco onde você se enfiou, por mais difícil e complicada seja a situação em que você se meteu, Ele vai te tirar daí.

Sim, Ele vai tirar você dessa prisão, tirar você desse cativeiro e mudar sua situação. Ele vai te tirar dessa casa de servidão, o Egito, e te levar para a terra prometida, que mana leite e mel.

Você crê?

Idéia-chave: se tem uma coisa que Deus ama conceder é liberdade! Um dia essa sua prisão terá fim e você será livre de novo.

Conclusão

Quem diria que apenas 2 versículos (e pequenos, frise-se), teriam tanta coisa para nos dizer, não é mesmo? Não sei se você conseguiu ler tudo, porque realmente escrevi muito! Claro, nem sempre escrevo tanto assim, mas acontece. De todo modo, permita-me ser sincero com você, caro leitor: eu poderia ter escrito menos, mas quer saber por que eu não o fiz? Porque eu queria ter certeza de que eu diria tudo o que o Senhor queria que eu dissesse para aqueles que viriam ler este post!

Eu imagino que não serão muitos que lerão, talvez pelo tamanho, talvez porque é um blog cristão, talvez porque não é muito conhecido no meio de tantos mais famosos e acessados, talvez porque não ficou tão bem escrito como eu gostaria que ficasse. Vou contar um segredo, mas só pra nós: escrever textos grandes acaba mostrando muito de nossos defeitos e limitações como escritor, como você deve ter percebido.

Porém, como disse acima, eu queria abençoar os leitores ao máximo. Mesmo que sejam poucos leitores, eu sei que o Senhor vai trazer aqui esses poucos que precisam ler isso, porque essa é uma mensagem que vai ajudá-los a levantar a cabeça e respirarem novamente o ar da esperança!

Por isso, quero concluir pedindo que se você foi uma dessas pessoas que veio até aqui e foi abençoada, peço que deixe seu comentário dizendo o que sentiu ao ler, como veio até aqui, como está se sentindo agora, essas coisas. Esse é o melhor pagamento que você pode me dar: dizendo pra mim que Deus me usou para abençoar sua vida.

Mas, se não quiser comentar, avaliar, compartilhar, fique tranquilo, nada de mal vai lhe acontecer por isso. O que vai acontecer é que eu não vou ficar sabendo o que você achou, só isso. Então, para você que mal chegou e já está de saída sem dar tchau, leve meu muito obrigado por sua visita mesmo assim.

Que o Senhor abençoe a todos vocês, indistintamente. Esta é a minha oração.

 

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!