vencedor

Cruzando a linha de chegada

Um deles disse que conhecia um moço de Belém, filho de um homem chamado Jessé, que não só era um harpista talentoso, mas ainda um indivíduo hábil, corajoso, forte, de boa presença e inteligente. E o que é ainda mais importante, acrescentaram eles, o Senhor está com ele. (grifos acrescidos) 1 Samuel 16:18

7 Qualidades de um Homem Marcado Para Ser Um Vencedor!

Este não é bem um segredo, mas sim um fato inescusável: a primeira coisa é ser, em primeiro lugar, conhecido. Como muitos devem conhecer bem aquele ditado que diz que “quem não é visto não é lembrado” se aplica perfeitamente a essa questão.

E ser conhecido é o principal pré-requisito para ser reconhecido! Sim, conhecido não é a mesma coisa que ser reconhecido! São coisas distintas, sim senhor. É possível, embora muito improvável, que exista a segunda (ser reconhecido) sem a primeira (ser conhecido). Na verdade, a lógica demonstra claramente que essa sequência deve ser necessariamente obedecida para que o reconhecimento se torne autossustentável e se consolide com o tempo.

Agora, é preciso que se diga que ser conhecido nos leva a crer que essa pessoa provavelmente saber fazer contatos e estabelecer conexões. Portanto, quando o verso abre informando que alguém conhecia Davi, está naturalmente implícito que ele sabia fazer contatos e criar conexões com as pessoas.

Dito isso, vamos analisar agora o mais importante desta breve mensagem que pode impactar decisivamente sua vida a ponto de transformá-la radicalmente. E quando digo que este artigo tem este poder, digo porque creio, de fato, nisso!

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!

Logo, quero que você perceba claramente o seguinte: seu reconhecimento está baseado em suas qualidades, características e/ou habilidades, ao passo que você saber criar conexões com as pessoas possibilita que seja criado um círculo virtuoso de pessoas que o conhecem e fazem questão de falar de você para outras pessoas.

E isso funciona tanto para o bem como para o mal: se suas qualidades ou habilidades são voltadas para fazer o mal, assim será a sua fama, ao passo que se você as usa para fazer o bem, é assim que as pessoas falarão de você, ou seja, esta será a forma como você será conhecido e, futuramente, reconhecido.

Então, resumindo: você será naturalmente reconhecido se cultivar as qualidades certas. E caso você esteja em dúvida quais sejam essas qualidades, vamos analisar o caso concreto de Davi, aquilo que funcionou para ele e, lógico, tem grandes chances de funcionar para você também!

Vamos a elas, então!

Davi era (e você também pode ser):

  • 1. Um músico talentoso: você sabia que saber tocar um instrumento, ainda mais com destreza, aumenta a inteligência? Não? Pois fique sabendo! E estudos científicos já comprovaram isso, que é chamado de O Efeito Mozart. A música, por outro lado, não apenas aumenta a inteligência mas também contribui para o equilíbrio emocional e para elevar a saúde física! Abaixo deixarei o link para 2 artigos que falam sobre isso.
  • 2. Habilidoso: Talvez você não saiba, mas existe uma diferença visível entre alguém que faz alguma coisa e outro que faz bem aquela mesma coisa! As pessoas prestam atenção em quem faz alguma coisa bem feita ou com habilidade. O mercado procura pessoas assim e, claro, as premia. E você sabe por que elas são procuradas e premiadas? Porque são escassas, raras! Mas, saiba de algo: fazer algo bem feito depende muito mais de esforço, treino e perseverança do que propriamente de talento inato! Trocando em miúdos, só não faz bem feito quem não se interessa por isso!
  • 3. Corajoso: Outro dia na igreja eu falei sobre a diferença entre quem tem coragem e quem tem medo. Muita gente pensa que o corajoso é o que não tem medo. Ledo engano, o corajoso tem medo sim, contudo ele soube domá-lo e deixá-lo sob controle. Coragem tem muito mais a ver com controlar do que com perder o medo! E aquele que controla, que doma o seu medo é quem nós podemos dizer que venceu o medo, porque o medo não mais lhe intimida.
  • 4. Forte: Outra ilusão que engana a muitos é que para ser forte é preciso nascer pra isso. Não, não é. Eu poderia citar vários exemplos, mas vou evocar apenas o exemplo de alguém que trouxe um impacto tremendo no mundo de sua época e até mesmo nos dias atuais. Estou falando do criador do método Pilates, que muitos conhecem e, inclusive, para mim serviu para me livrar de uma cirurgia na coluna. Detalhe, ele foi uma criança raquítica, asmática e muito doente!
  • 5. De agradável presença: Seja sincero, quantas pessoas você conhece que quando se aproximam você já começa a se sentir mal ou constrangido? São pessoas de presença desagradável, seja pela conversa, pelos pensamentos expostos ou até mesmo por questões mais básicas, como higiene deficiente. Mas, tem também aquelas pessoas que você se sente bem em estar em sua companhia, seja pelo humor extrovertido, pela conversa inteligente ou simplesmente porque ela exala algo que você não consegue explicar, mas que é envolvente e, claro, marcante.
  • 6. Inteligente: Pouca gente sabe, mas ser inteligente, assim como ser forte, tem muito mais a ver com esforço, perseverança, método e regularidade do que propriamente nascer inteligente! Sim, senhor, é isso mesmo. Mais vale um mediano esforçado do que um inteligente preguiçoso e negligente. E como você já aprendeu lá em cima, estudar música eleva a inteligência. Exercício físico, também! Inclusive, no curso que pretendo lançar (inclua seu nome na fila de espera clicando aqui), eu vou ensinar esses passos para ser mais inteligente e capaz de aprender as coisas com mais rapidez e eficiência!
  • 7. O mais importante, o Senhor era com ele! Isso é essencial. Porque, afinal, de que adiante você ter tudo o mais dito acima e não ter a presença do Divino, do Senhor e Criador de todo o Universo junto a si? Sabe, eu conheço algumas pessoas muito bem-sucedidas e que poderiam dizer que atingiram o máximo que poderiam conquistar. Mas, para sua surpresa, algumas delas – se você as conhecesse – exprimiriam, ainda que de leve, um quê de vazio interior, como se algo faltasse em suas vidas, como se o fato de elas terem chegado ao topo não as satisfaz. E, pior, elas nem sabem porquê. É porque o Senhor não é com elas. Simples assim. Eu acredito que essa característica de Davi não está por último por acaso, mas sim de propósito como o texto, aliás, deixa bem claro: não é que ela seja a última coisa que você deve buscar em sua vida, mas sim porque ela é a mais importante e que, sem ela, sua vida não tem nem faz qualquer sentido!

Conclusão

Qualquer um, até você, pode se tornar uma pessoa reconhecida com o tempo, por aquilo que você faz de melhor! Basta portanto, para que isso se torne realidade, que você invista em se tornar uma pessoa que sabe criar e potencializar suas conexões e contatos e, não menos importante, se dedicar em desenvolver as qualidades e habilidades certas, tais como as que Davi possuía.

Se você fizer isso, o reconhecimento virá, será mera questão de tempo até se tornar um vencedor! Preparado para um futuro extraordinário? Espero que sim, porque o futuro já está vindo em sua direção, campeão!

:)

Gostou? Avalie, compartilhe ou deixe seu comentário! Sua opinião é importante para nós e é muito gratificante receber o seu feedback!

Ah sim, os links para os artigos sobre os benefícios da música (em inglês): How Music Affects the Brain for the Better e 8 Surprising Ways Music Affects and Benefits our Brains.

 

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!