Mude sua mentalidade e transforme completamente sua vida!

mentalidade inteligente

sua mentalidade indica que tipo de pessoa você é

Porém, os homens que com ele subiram disseram:

Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós. E infamaram a terra que tinham espiado, dizendo aos filhos de Israel: A terra, pela qual passamos a espiá-la, é terra que consome os seus moradores; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura.

Também vimos ali gigantes, filhos de Anaque, descendentes dos gigantes; e éramos aos nossos olhos como gafanhotos, e assim também éramos aos seus olhos.

Números 13:31-33

Mude sua mentalidade e transforme completamente sua vida!

Antes de iniciar o post em si, permita-me dar uma grande notícia: este post que você está lendo aqui no blog Desafiando Limites talvez seja um dos poucos em português que você vai ler falando deste tema! Sim, este assunto é pouco explorado aqui no Brasil, ainda, mas daqui pra frente vai ser bem comentado.

E, quando você começar a ouvir falar de mudança de mentalidade, de mindset changing e coisas parecidas, lembre-se que você leu primeiro aqui!

E é um grande prazer para mim saber que estou trazendo um assunto palpitante, apaixonante e tão impactante para os leitores do blog Desafiando Limites, fazendo deles pessoas mais antenadas com o que de melhor e mais atual existe no mundo!

Por favor, aproveite ao máximo, ele me custou um bocado de esforço, mas minha recompensa, o que me deixa satisfeito é saber que você foi abençoado lendo o que eu escrevi! Enjoy it!

Você já perguntou por que sua vida não avança, parece que está estagnada e você fica se perguntando qual a razão sem saber qual é? Se isso acontece com você, não precisa se angustiar tanto simplesmente porque isso não é uma exclusividade sua. Na verdade, isso é mais comum do que se pensa! Ok, digamos que você se sente assim, que passa por isso. Acabou por aqui o assunto?

Não, na realidade está apenas começando. E, deixe-me dizer a você o seguinte – eu quero lhe fazer o seguinte desafio: sua vida vai começar a mudar quando você terminar de ler este artigo! Aceita o desafio? Está mesmo disposto a mudar de vida e viver uma nova vida a partir de agora? Espero que sim, sabe por quê? Porque sua mudança de vida depende, basicamente, de você mesmo!

E para corroborar o que eu estou lhe dizendo, quero ilustrar com um exemplo prático, real e totalmente verdadeiro: o meu. Sim, vou falar o que aconteceu comigo para lhe dar a exata noção do que lhe espera se, a partir de hoje, você tomar a decisão de mudar sua mentalidade. E, sendo bem sincero, se aconteceu comigo, se minha vida mudou após uma mudança de mentalidade, com você não será diferente!

Mas, antes de eu lhe contar como foi que eu mudei minha mentalidade, vamos aprender que existem dois tipos de mentalidade e quais são elas? E vamos aprender também que você pode, tal como eu fiz, sair de um tipo e migrar para o outro?

Vem comigo!

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!

2 Tipos de Mentalidade – Escolha a sua!

Saber que existem dois (ou mais) tipos de mentalidade não é exatamente uma ideia nova. Todos nós somos capazes de identificar que pessoas diferentes possuem modos diferentes de pensar e de encarar a vida, não é verdade? Até aqui, nenhuma novidade. Então, o que há de novo e por que isso revolucionou a forma como se encara o sucesso e o que as pessoas devem fazer pra conquistar uma vida vitoriosa?

Tudo mudou a partir das pesquisas de uma renomada psicologista da Universidade de Stanford chamada Carol Dweck, que se lançou a fundo em uma pesquisa sobre como as pessoas conquistavam as coisas e o sucesso. E ela chegou à simples, porém poderosa e revolucionária conclusão, que tudo se resume à forma como você encara a vida de um espectro mais amplo, que pode ser entendido como “mentalidade”, e isso simplesmente faz toda a diferença!

Sua pesquisa durou décadas e os resultados a levaram a lançar um livro chamado Mindset: The New Psychology of Success (Mentalidade – A Nova Psicologia do Sucesso, em tradução livre) e nele ela afirma que ensinar as pessoas a assumirem uma mentalidade de crescimento cria a motivação e a produtividade necessária para se alcançar o sucesso, seja no mundo dos negócios, na educação ou nos esportes!

Em contrapartida, existe a chamada mentalidade fixa que impede as pessoas de crescerem e conquistarem aquilo que elas consideram difícil ou que foram ensinadas que aquilo não é para elas, que elas não conseguem mudar de nível, etc.

Portanto, vamos entender um pouco melhor essas duas mentalidades tão diferentes, mas presentes em todas as pessoas que você conhece e e, claro, em você mesmo.

Mentalidade Fixa – A mentalidade Gabriela: Eu nasci assim, vou ser sempre assim…

Você certamente conhece alguém que possui esse tipo de mentalidade, que estou apelidando de Mentalidade Gabriela (e, de novo, se depois você ler isso em outro lugar, foi aqui que apareceu pela primeira vez! :), ou seja, aquela pessoa que pensa “eu nasci pra ser assim, cresci assim e nunca vou mudar: vou morrer assim”. Todavia, Dweck a denominou de mentalidade fixa – provavelmente porque não conhecia Caymmi, só pode – que é aquele tipo de mentalidade que trava você na hora de enfrentar situações que lhe desafiam e põem à prova sua capacidade de enfrentamento.

Esse é o tipo de mentalidade que claramente atrapalha qualquer pessoa que a possui, visto que ela faz com que aqueles que a possuem tenham menos confiança em si mesmos, sofram fracassos como se fosse algo esperado, estilo “eu sabia que não ia conseguir, que não daria certo” e fiquem cada vez menos motivados a enfrentarem desafios que eles acreditam, de antemão, que vão perder de qualquer forma, logo, para que tentar?

Você já ouviu falar  do sistema de castas da Índia, que afirma que ninguém pode sair de uma casta e ir para a outra, que impede a mobilidade social? Então, perceba o seguinte: se uma mentalidade fixa, a mentalidade Gabriela, pode impactar decisiva e negativamente um indivíduo e comprometer todo o seu futuro, o que esse tipo de mentalidade pode fazer de mal para uma sociedade quando impregnada em sua cultura dominante?

A grande lição que fica aqui é: possuir esse tipo de mentalidade não é novidade. Pode-se dizer até mesmo que ela é a mais comum e mais fácil de ser assimilada pelas pessoas, por vários fatores. Mas, o ponto chave é: você é obrigado a continuar com ela? Não existe outro tipo de mentalidade com a qual eu possa modelar minha mente?

Sim, existe, e você vai descobrir qual é ela agora, com um pouco mais de detalhes.

Mentalidade de Crescimento – O que não me mata me torna mais forte!

Agora que você já conhece a mentalidade fixa, a da Gabriela, está na hora de separar os meninos dos homens! Saiba também que devemos vigiar nossos pensamentos e alimentar uma mentalidade que nos possibilite ir mais alto se quisermos atingir nosso pleno potencial. E esta é a mentalidade de crescimento, a mentalidade que você deve conhecer e trabalhar em sua mente para que ela permeie todo o seu ser, ações e atitudes.

Em suma, a mentalidade de crescimento é aquela que lhe diz que os problemas não existem para esmagá-lo e destruí-lo, mas para prová-lo e levar seu crescimento e amadurecimento a um novo patamar! É ela também que lhe permite encarar os fracassos e as derrotas como etapas de uma caminhada que não precisa ser interrompida apenas porque você falhou!

Leia também: Contando as derrotas que me fazem subir cada vez mais alto

E estou percebendo que eu possuo essa mentalidade já faz vários anos, na verdade já faz bem mais de 10 anos que estou descobrindo, alimentando e desenvolvendo esse tipo de mentalidade, que eu posso chamar de a mentalidade “o que não me mata me deixa mais forte” e, a cada dia que passa, deixando de lado a mentalidade Gabriela!

Caso queira saber um pouco mais de como isso se deu comigo, conforme falei lá no começo, convido-o a ler os seguintes posts, para não deixar este aqui demasiado longo e cansativo, ok?

Uma reflexão antes de desistir (aqui eu conto como e quando minha vida deu uma guinada total, saindo de uma situação de desemprego, dívidas e desânimo para a conquista de algo improvável)

8 Valiosas Lições Que Farão de Você um Vencedor (aqui eu falo de várias situações familiares e circunstâncias que ajudaram a moldar o meu caráter, lições que você mesmo poderá por em prática em sua vida. A Joana Belfort, esposa do Vitor Belfort, leu este post e aprovou :)

Você já ouviu falar da Fábula dos 3 Leões, de La Fontaine? Ela é muito legal, pois ilustra de uma forma interessante e inteligente a questão das mentalidades que estamos tratando aqui, tanto a da Gabriela como aquela voltada ao crescimento.

Vou colocá-la aqui, caso não a conheça, para que você entenda como a mentalidade de encarar desafios e derrotas pode mostrar que você possui tudo que é necessário para ser um vencedor. E, além do mais, é também uma bonita fábula, como você poderá ver por si mesmo logo abaixo:

“Numa determinada floresta havia três leões.

Um dia, o macaco, representante eleito dos animais súditos, fez uma reunião com toda a bicharada da floresta e disse: – Nós, os animais, sabemos que o leão é o rei dos animais, mas há uma dúvida no ar: existem três leões fortes. Ora, a qual deles nós devemos prestar homenagem? Quem, dentre eles, deverá ser o nosso rei?

Os três leões souberam da reunião e comentaram entre si: – É verdade, a preocupação da bicharada faz sentido. Uma floresta não pode ter três reis, precisamos saber qual de nós será escolhido. Mas como descobrir? Essa era a grande questão: lutar entre si eles não queriam, pois eram muito amigos. O impasse estava formado.

De novo, todos os animais se reuniram para discutir uma solução para o caso. Depois de usarem técnicas de reuniões do tipo “brainstorming”, eles tiveram uma ideia excelente. O macaco se encontrou com os três felinos e contou o que eles decidiram: – Bem, senhores leões, encontramos uma solução desafiadora para o problema. A solução está na Montanha Difícil.

– Montanha Difícil? Como assim? – É simples, ponderou o macaco. Decidimos que vocês três deverão escalar a Montanha Difícil. O que atingir o pico primeiro será consagrado o rei dos reis. A Montanha Difícil era a mais alta entre todas naquela imensa floresta.

O desafio foi aceito. No dia combinado, milhares de animais cercaram a Montanha para assistir a grande escalada. O primeiro tentou. Não conseguiu. Foi derrotado. O segundo tentou. Não conseguiu. Foi derrotado. O terceiro tentou. Não conseguiu. Foi derrotado. Os animais estavam curiosos e impacientes, afinal, qual deles seria o rei, uma vez que os três foram derrotados?

Foi nesse momento que uma águia sábia, idosa na idade e grande em sabedoria, pediu a palavra: – Eu sei quem deve ser o rei!!! Todos os animais fizeram um silêncio de grande expectativa. – A senhora sabe, mas como? todos gritaram para a águia. – É simples – confessou a sábia águia – eu estava voando entre eles, bem de perto e, quando eles voltaram fracassados para o vale, eu escutei o que cada um deles disse para a montanha.

O primeiro leão disse: – Montanha, você me venceu! O segundo leão disse: – Montanha, você me venceu! O terceiro leão também disse: – Montanha, você me venceu, por enquanto! Mas você, montanha, já atingiu seu tamanho final, e eu estou crescendo.

– A diferença – completou a águia – é que o terceiro leão teve uma atitude de vencedor diante da derrota e quem pensa assim é maior que seu problema: é rei de si mesmo, está preparado para ser rei dos outros. Os animais da floresta aplaudiram entusiasticamente ao terceiro leão que foi coroado rei entre os reis.

Moral da história: Não importa o tamanho dos problemas ou dificuldades que você tenha. Seus problemas, na maioria das vezes, já atingiram o clímax, já estão no nível máximo – mas você não. Você ainda está crescendo. Você é maior que todos os seus problemas juntos. Você ainda não chegou ao limite do seu potencial. (La Fontaine)”

Possuir a mentalidade de crescimento faz de você uma pessoa capaz de encarar os desafios e, a cada desafio enfrentado e vencido, vai se tornando cada vez mais forte e capaz de assumir papéis maiores no palco da vida. Quer outro exemplo de alguém que possuía essa mentalidade de crescimento?

Davi, o urso, o leão e o gigante

Vejamos Davi, aquele que é considerado e celebrado, não sem razão, o maior de todos os reis que Israel já teve. Muitas pessoas pensam que a trajetória de Davi iniciou quando ele derrotou o gigante Golias, mas deixam passar despercebido um detalhe marcante: aquela não foi a primeira batalha com a qual Davi se envolveu – e se saiu vitorioso!

Sim, antes de enfrentar e vencer Golias, Davi já havia enfrentado – e vencido – um urso e um leão. Parece algo tão simples e corriqueiro, mas a lição por trás disso é fantástica: Deus vai colocando em nosso caminho as batalhas que ele sabe que podemos enfrentar – não necessariamente vencer – e que podemos sair mais fortes delas, ainda que amargando um eventual fracasso!

Comece a encarar suas batalhas de modo diferente a partir de agora, como etapas de uma caminhada em direção ao sucesso! Sem perceber e sem se dar conta, você já estará substituindo a mentalidade Gabriela pela mentalidade de Davi! E, aos poucos, você estará cada vez mais próximo de se tornar capaz de atingir seus alvos e transformar seus projetos em realidade!

Vamos encerrar o post com chave de ouro?

Fechando a fatura – O que (e como) eu penso faz de mim o que eu sou!

Porque, como imaginou no seu coração, assim é ele, diz o sábio em Provérbios 23.7

Talvez você esteja se perguntando, quem sabe, o que tinha a ver aqueles versos lá do início, que eu sequer falei deles ainda? Eu os estava guardando para o final, como a melhor parte, e você vai entender o porquê disso já já. E, lembrando agora, eu já escrevi sobre esses versículos do ponto de vista vencedor no post Projetando novas conquistas para uma nova vida, dá uma conferida lá depois.

Você saberia dizer qual foi o motivo de os israelitas que saíram do Egito não terem conseguido conquistar a Terra Prometida, se ela havia sido uma promessa de Deus e o próprio Senhor já havia dito que batalharia por eles? Está na cara, não é mesmo? É porque eles possuíam a mentalidade Gabriela, e não quiseram mudar seu jeito e a forma de pensar.

Eles se achavam fracos, mesmo na companhia do Senhor dos Exércitos! Eles deixaram que sua mentalidade os obrigasse a falar mal daquilo que Deus havia dito que era boa. Essa mentalidade fez com que eles aumentassem o tamanho e a força de seus inimigos ao ponto de considerá-los invencíveis! Mas, sabe o que foi pior de tudo isso? Foi quando eles admitiram que eram gafanhotos! Sim, sabe por quê?

Porque não representa um grande e insolúvel problema se a forma como os outros nos enxergam nos diminui, mas o verdadeiro problema está na forma como nós nos vemos a nós mesmos, porque isso deixa evidente que tipo de mentalidade nós temos e, em última análise, aquilo que eu serei e o que eu conquistarei!

Não havia problema em os inimigos enxergarem eles como gafanhotos, mas havia um grave problema em eles mesmos verem a si mesmos como gafanhotos! É tanto que toda aquela geração que enxergava a si mesma como gafanhotos sucumbiu no deserto, e apenas Josué e Calebe conquistaram a terra, muitos anos depois. E por que Josué e Calebe foram poupados e preservados para alcançarem a promessa de Deus?

O versículo de Números 14:30 deixa claro que eles foram poupados, mas não diz o motivo: “Não entrareis na terra, pela qual levantei a minha mão que vos faria habitar nela, salvo Calebe, filho de Jefoné, e Josué, filho de Num.”

A razão nós encontramos em um pouco antes, no verso 24: “Porém o meu servo Calebe, porquanto nele houve outro espírito (grifo meu), e perseverou em seguir-me, eu o levarei à terra em que entrou, e a sua descendência a possuirá em herança.”

A resposta é clara: Calebe e, implicitamente, Josué tinham um outro tipo de mentalidade, a mentalidade de crescimento, de encarar os desafios a despeito de serem maiores do que suas forças e também a despeito do que os outros pensavam deles. Eles tinham um outro espírito, ou seja, uma outra mentalidade, a que lhes capacitava a enfrentarem os maiores desafios e se saírem vencedores desses desafios.

Portanto, não importa se você tem promessa, você precisa ter e alimentar a mentalidade correta, aquela que vai fazer você seguir em frente mesmo quando os outros fraquejam, se acovardam e viram as costas aos desafios. Quem conquista é quem enxerga a si mesmo como um vitorioso, não importa o tamanho do desafio. E, se for derrotado, consegue levantar, dar a volta por cima tentar novamente, é aquele que persiste até conseguir.

Qual é a mentalidade que você quer ter e nutrir em sua vida? Deixe-me lhe contar um segredinho, só entre nós: se você leu até aqui, não importa o que você pensava até ontem, você tem grandes chances de, a partir de hoje, começar a pensar como um vencedor, depois de tudo o que leu. Verdade! Sua vida pode dar uma guinada a partir de agora, se você assimilar – caso não tenha – e desenvolver a mentalidade de crescimento!

E se já tem, alimente-a! Você está no caminho certo, sua hora em breve vai chegar. Posso ouvir um amém? :)

Caso queira saber um pouco mais sobre como modelar sua mente na construção de uma mentalidade de crescimento, sugiro os seguintes artigos (em inglês) abaixo:

You Grow or You Don’t: How Your Mindset Affects The Way You Live (Você cresce ou não: Sua mentalidade afeta a forma como você vive – TL)

http://www.lifehack.org/321649/6-powerful-ways-become-more-persistent-and-never-quit-again

Mas, se você não domina o inglês, sugiro a excelente palestra abaixo, legendada em português, com o seguinte título: A chave para o sucesso? Determinação! – Palestra TED de Angela Lee Duckworth.

São menos de 7 minutos que podem transformar sua vida. Não esqueça de ativar o flash player do navegador, caso esteja desativado. Ah, você ativa a legenda em português no canto inferior direito […]

https://www.ted.com/talks/angela_lee_duckworth_the_key_to_success_grit

Gostou do artigo? Que tal avaliar e comentar? E, claro, compartilhe com seus amigos, se você quiser abençoar a vida deles também!

Obrigado, Deus abençoe sua vida!

ps. viu algum erro, tem alguma crítica? Avisa pra gente nos comentários ;)

 

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!

Wallace

Just another little servant of the Lord Jesus Christ. Apenas mais um pequeno servo do Senhor Jesus Cristo. Editor do blog Desafiando Limites (http://wallysou.com). Crítico do cristianismo evangélico da prosperidade e pensador cristão amador.

Website: http://wallysou.com/

Faça seu comentário e enriqueça o post!

6 Comentários

  1. Vanessa Sobrinho

    Você é alguém abençoado, que tem sempre as palavras corretas nos momentos mais oportunos!
    Te digo isso porque, faz alguns dias que não abro o blog e não recebo os emails de atualizações e logo hoje, quando comecei a dar o primeiro passo em busca do meu objetivo de vida, recebi um email e li este post. Você não sabe quanta felicidade fiquei, quanto sabia que esta mensagem estava sendo escrita através de você, de Deus para mim e tanta outras pessoas.
    Muito obrigada, que Deus ilumine você cada vez mais e mais.
    Beijos!

    • obg Vanessa!

      ler comentários como o seu são um incentivo vindo de Deus para a continuidade do nosso trabalho tb! que o Senhor continue abençoando ricamente vc, amada!

      obg pelo comentário tão abençoador para nós!

  2. Rafael

    Que excelente texto! Daqui a alguns dias eu farei uma prova para a qual venho estudando há dois anos e, de uns dias pra cá, tenho passado por um desânimo que tem tomado minha paz. Ontem orei a Deus e lhe pedi que me ajudasse a reaver a motivação para estes dias pré-prova; resolvi acessar o blog e li essa mensagem inspiradora… Com certeza Ele me respondeu.
    Que Deus continue a te abençoar, meu caro!! Obrigado!!

    • obg pelo comentário de incentivo e pelo testemunho de que o post lhe foi abençoador, Rafael!

      gde abço e sucesso na prova!

  3. Bráulio Vinicius

    Que texto abençoador!!!!! São textos assim que nos direcionam a ser como Calebe e Josué.
    Desejo que Deus se manifeste cada vez mais em seu ministério!

    • obg, Bráulio!

      e são comentários assim que nos incentivam a continuar abençoando nossos leitores com artigos realmente relevantes e impactantes, que podem contribuir para uma vida transformada e abençoada!

      gde abço e novamente obg, amado.

      abs,

Olá, agradecemos sua visita e seu comentário. Sua opinião enriquece a discussão e é importante para nós, obrigado!