Invista em seu maior patrimônio: Você mesmo!

mentalidade vitoriosa

Invista em seu maior patrimônio: Você mesmo!

Escrevi o texto abaixo ontem na plataforma de tradução colaborativa Duolingo, a qual se você acompanha meu blog há algum tempo já deve saber que a amo e recomendo sem medo!

Leia esse breve texto onde eu defendo que aprender um novo idioma é uma maneira rápida e eficaz de investir em seu crescimento pessoal e profissional e, com opções de qualidade e gratuitas como o Duolingo, é também barato aprender um idioma!

Depois eu volto e explico porque o repliquei aqui, ok?

Por que você deve investir em traduções se quiser crescer em seu aprendizado de idiomas?

Olá a todos, este é o meu primeiro post, nunca fui muito de escrever aqui no Duolingo, apesar de já estar e ser usuário ativo da plataforma por vários anos, talvez tenha entrado na primeira ou segunda leva de alunos.

Mas, por que eu decidi escrever aqui? As razões são várias, e vou listá-las de forma didática para que você mesmo entenda e se convença do que quero dizer.

Não quero com isso desanimar você que está aprendendo vários idiomas diferentes, em várias árvores, etc. Se esse é o seu objetivo e é o que move você, keep going in this point, budy!

Por que eu disse isso? Porque você NÃO vai conseguir se dedicar a aprender vários idiomas ao mesmo tempo e investir em traduções! Bom, pelo menos eu tentei e acabei voltando a focar nas traduções.

Mas, você pode fazer o seguinte, either: fazer traduções do idioma que estiver focando no momento! Mas, você vai esbarrar em outros problemas, by the way – as fontes de consulta, por exemplo.

Dito isso, aqui vão as dicas de porque você deve investir em traduções (a chamada Imersão):

a) seu score e ranking vão crescer de forma assustadora!

Você já deve ter percebido que exige muito esforço e um certo tempo para concluir uma árvore de aprendizado, e é um pouco cansativo também, certo? Traduzindo, você ganha – após atingir um determinado nível de tradutor, óbvio – pontos a cada frase traduzida.

Hoje estou no nível 153 e cada frase revisada me rende 5 pontos. Para traduzir, a depender do tamanho e da quantidade de palavras, cada frase traduzida pode render até 50 pontos ou mais!

Percebeu o potencial de aumentar sua pontuação diária?

b) você aprenderá praticamente qualquer assunto interessante brincando, e crescerá durante o processo!

Esta é, ao meu ver, uma das maiores, se não a maior, vantagem em fazer traduções. É sério. Você pode se expor a assuntos, temas e artigos das melhores e mais privilegiadas mentes do mundo, em vários campos de conhecimento!

E, claro, sua sede de conhecimento e crescimento será instigada a tal ponto que os pontos conquistados serão mero detalhe nessa sua jornada pelos novos e vibrantes conhecimentos que você estará adquirindo durante esse processo.

Eu tenho escolhido os textos que quero traduzir! Sim, eu não traduzo qualquer um. Já fiz assim, pensando na pontuação, mas hoje meu foco é no aprendizado, no crescimento. E o que fazer se não há um texto a ser traduzido que lhe interesse?

Simples, crie o seu: entre no site, vá em Imersão e tente carregar seu próprio texto, que é bem simples de se fazer: vá em Imersão > Envie um documento > Tradução gratuita > Insira o endereço da página > Aceitar!

Depois você escolhe a categoria mais adequada ao assunto e para qual idioma deseja ver traduzido o documento (português, ou outro idioma que estiver treinando, se for o caso). Fácil demais.

Você poder aprender um idioma traduzindo aquilo que acha interessante e que ainda contribui para o seu crescimento pessoal é algo priceless, my dear!

=)

c) você crescerá pessoal e profissionalmente sem fazer (muito) esforço!

É verdade, quando fazermos tantas coisas assim, e de forma repetida e contínua, isso acaba se transformando em um hábito. E, claro, nosso comportamento reflete o conjunto de nossos hábitos.

Tal como nós somos o que comemos, em termos físicos, nós também passamos a ser aquilo que nós continuamente lemos, por óbvio. E o melhor disso é que como estaremos fazendo algo que é prazeroso por si próprio, nosso crescimento será cada vez maior com um custo cada vez menor!

Quer coisa melhor?

d) você se tornará uma outra pessoa em pouco tempo!

Sim, esse investimento que você faz em sua vida de aprendizado hoje tem um preço: tempo, esforço, dedicação, etc. Mas, o que você vai ganhar no futuro possui um valor imensamente maior do que você possa, hoje, imaginar!

Pense em você daqui a um ano após ter lido – e traduzido – dezenas de artigos que mudarão para melhor seu modo de pensar, seu modo de agir, de se comportar e, claro, de encarar a vida e as dificuldades.

É impossível que você continue a ser quem você era, em uma versão reduzida de si mesmo. Conforme a vida passa, você cresce com ela e se torna mais capaz de fazer frente aos desafios cada vez maiores que estão surgindo.

e) você se habilita a servir a outras pessoas e impactá-las positivamente!

Sim, esse novo você que emergirá daqui a algum tempo será capaz de influenciar uma gama cada vez maior de pessoas e situações, impulsionando e catapultando sua presença para novos ambientes e círculos que você jamais imaginou que seria capaz de frequentar!

Esse seu novo eu diferente de hoje fará, em um futuro bem próximo, a diferença que você julga ser, hoje, incapaz de realizar.

Ainda podem existir outras razões (e convido você a comentar se acha que faltou alguma), mas creio serem essas as mais visíveis e principais e, claro, motivos suficientes para que você comece, hoje, a investir em traduzir textos aqui, no Duolingo.

Se estiver procurando textos relevantes em inglês para serem traduzidos pro português, considere entrar em minha linha do tempo e ver os que escolhi para serem traduzidos. Certamente um deles vai atrair sua atenção.

;)

Eu também escrevo em meu blog, o Desafiando Limites. Caso tenha interesse, venha me fazer uma visita e descubra alguns textos motivacionais que podem impactar e, quem sabe, transformar sua vida!

Eis o link: www.wallysou.com (eu tinha que fazer meu jabá, né não? :)

Gostou das dicas? Avalie, comente mas, principalmente, coloque em prática o que você acabou de descobrir aqui!

Abraços, Deus nos abençoe!

Sabe por que eu postei isso? É simples: eu estava no ônibus voltando pra casa, de pé, porque todas as cadeiras estavam ocupadas. Então, justo na minha frente, vagaram duas cadeiras. Mas, do meu lado, havia uma mãe e sua filha adolescente, e ela se postou de frente às vagas e conduziu sua filha para se sentar recomendando que tivesse cuidado com a barriga.

Achei estranho, mas tudo bem. Pensei, será que essa menina está grávida? Então, após a menina se sentar, ela me disse que eu poderia me sentar. Como eu estava na vez, me sentei. Abri meu livro e continuei a leitura que estava fazendo mesmo em pé, no corredor do ônibus.

E a mãe, do meu lado, começou a conversar com a filha falando sobre a consulta do médico, do ultrassom, do possível nome da criança, etc. Confirmei minhas suspeitas – ela estava, de fato, grávida. E fiquei ouvindo, tentando não prestar muita atenção na conversa, mas era difícil, eu estava no meio de duas mulheres, e cada frase entrava em um ouvido e saía no outro, se é que me entendem…

Percebi que a mãe e a filha eram iguais a todas as mães e filhas que eu conheço: a mãe dava conselhos e a filha não queria obedecer. Conhece alguém assim: Pois é, elas eram assim, desse jeito, sem tirar nem por. Mas, chegou um momento que eu não consegui mais ler, com aquela conversa toda no meu pé do ouvido (entendeu, né?) e resolvi entrar na dança, ou na conversa, pra ser mais exato.

Perguntei, só pra me certificar que seria ouvido e entendido, se ela, a adolescente ligeiramente grávida, sabia por que comer comida lixo (junk food) fazia mal. Como eu desconfiava, ela não sabia. E, você, leitor, sabe? Leia meu post sobre como ficar mais inteligente e fique sabendo!

Então, perguntei também, por pura curiosidade, sua idade: 14 anos. 14. anos. Pelo rosto dela, eu poderia dar até 12. Meu Deus, em que mundo estamos? Mas, ali, eu me vi na oportunidade de testar minha teoria e tentar exercer justamente aquilo que falei no ponto e) impactar positivamente a vida dos que nos cercam!

Assim, comecei a discorrer sobre os cuidados que devemos ter com nossa alimentação, como isso interfere em nossa saúde presente e futura, ainda mais na vida de alguém que tinha todo um futuro pela frente. Um não, aliás dois! Falei sobre o teste do marshmallow e outra coisas mais.

O teste citado é basicamente o seguinte: quem resiste à tentação se torna uma pessoa com muito mais probabilidade de se tornar uma pessoa bem-sucedida no futuro! Quem sabe um dia eu escrevo um post sobre isso, que tal? Se você acha o assunto interessante, me cobre nos comentários, ok?

E tentei dar àqueles ouvidos atentos os seguintes conselhos, de forma que ela nunca mais esquecesse, e falei mais ou menos o seguinte:

Seja senhora de sua vontade para não se tornar escrava de seus desejos!

E com isso eu disse que ela não precisava acreditar na mentira que ela só podia comer ou fazer aquilo que ela gostava. E que ela não estava proibida de fazer ou comer o que não gostava.

Em resumo, ela não era obrigada a comer sorvete só porque era gostoso, mas traz danos ao cérebro (por causa da grande quantidade de química e açúcar); e nem estava proibida de comer jiló, só porque não é gostoso (bom, hoje eu gosto, aprendi a gostar, sério mesmo), mas faz bem pro fígado e pra saúde de modo geral.

Foi gratificante ela ficar me escutando com atenção e ao se levantar pra sair, sua parada era antes da minha, estender a mão e me dizer “obrigado”!

E por que isso aconteceu comigo? Porque eu estou investindo em mim e me tornando capaz de influenciar e impactar positivamente a vida dos outros. E sabe como eu faço isso? Estudando, lendo, meditando, refletindo e vivendo minha fé. Coisas simples e fáceis que qualquer pessoa pode fazer. Até você.

Em breve quero fazer uma lista dos livros que tenho lido e que também são responsáveis por minha mudança para melhor.

Obrigado por seu prestígio ao blog – não leve a mal, mas eu prefiro chokito, tranquilo?

Se incomoda de avaliar o post? Se gostou, deixa seu comentário e like, fera. Compartilhe com ozamigo, valeu!

 

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!

Wallace

Just another little servant of the Lord Jesus Christ. Apenas mais um pequeno servo do Senhor Jesus Cristo. Editor do blog Desafiando Limites (http://wallysou.com). Crítico do cristianismo evangélico da prosperidade e pensador cristão amador.

Website: http://wallysou.com/

Faça seu comentário e enriqueça o post!

4 Comentários

  1. marcia

    Minha filha começou estudar francês no centro de línguas, oferecido pelo governo de São Paulo, então eu tinha visto vc falar do Duolingo e comuniquei a ela ( que nunca tinha ouvido falar) me senti a fera das comunicações, afinal eu sabia mais que uma adolescente de 17 anos, hahaha, ela então comunicou para as amigas que também baixaram o aplicativo, e todos do curso de francês, e tb dos outros cursos, até professores não sabiam, ufaa.
    Viu só, vc influenciou uma escola inteira, ahh, só para constar ela está super indo bem. Paris que nos aguarde…
    kkkk
    A Paz Wallace.

    • hahahaha

      que bênção ouvir isso, amada! muito bom saber que estamos \”causando\” (positivamente, claro) na vida dos outros!

      muito feliz por ela, viu! ;)

  2. ValeriaSQ

    Oi Wally, parabéns por fazer a diferença na vida dos outros. E em relação ao sorvete não é preciso passar vontade. Há uma variedade deles por aí. Veja este:

    • obg, Valéria! e obg pela dica do sorvete saudável tb!

      =)

Olá, agradecemos sua visita e seu comentário. Sua opinião enriquece a discussão e é importante para nós, obrigado!