naufrágio mar da vida

esse mar da vida é cruel, mas vamos vencer em nome de Jesus

27 de Outubro – Em meio às ondas da vida

    Todas as tuas ondas e vagas passaram sobre mim. (Sl 42.7.)

    Esteja de pé no lugar onde o amado Senhor o colocou, e ali faça o melhor que puder. Deus nos prova. Ele põe a vida diante de nós, face a face, como uma antagonista. Espera-se que ao sair da arena de um sério conflito estejamos mais fortes.

A árvore que cresce onde as tempestades lhe açoitam os ramos e curvam o tronco até quase dobrar-se, tem geralmente raízes mais seguras do que a árvore que cresce no vale retirado, onde nunca há pressão e tensão de temporais.

O mesmo se prova em nossa vida. É nas dificuldades que cresce o caráter mais firme. — Selecionado

Mão amada, Mão ferida,

Que o meu bem, somente, quis!

Se me fere a Mão ferida,

Dói-lhe a própria cicatriz!

Se me fere a Mão ferida,

O meu bem, somente, quer.

Eu Te adoro, Mão ferida,

Faze como Te aprouver!

Este post faz parte de uma série de postagens devocionais que pretendo por em prática este ano, para abençoar meus leitores. Texto retirado de Mananciais no Deserto, de Lettie Cowman, Editora Betânia. Infelizmente, esgotado. Mas você pode ler uma versão online aqui, no Scribd.

Divulgação do blog Desafiando Limites.

Gostou? Avalie nas Estrelas, compartilhe no +1, twitter, facebook, etc ou deixe seu comentário. Obrigado!

 

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!