figthing the crisis Por Renata Lourenço*, para o blog Desafiando Limites!

Jesus nos advertiu, em sua palavra, que no mundo teríamos aflições e, muitas vezes, essas aflições se apresentam como verdadeiras tempestades que assolam e inundam o nosso ser de tal forma que chegamos a pensar que jamais poderemos respirar aliviados novamente.

Contudo, ele sempre nos motivou a não nos deixarmos vencer por nenhum desses momentos devastadores, uma vez que tudo ele venceu até a morte.

Mas você pode estar pensando neste exato momento:

“Renata, você não conhece o meu caso, o meu problema é muito grande, já tentei de todas as formas e essas nuvens negras não saem de perto de mim, da minha família, dos meus negócios…”

Realmente, mesmo passando por situações semelhantes, a dor de cada pessoa é única e por mais que tentemos compreender o outro, somente Deus consegue ver a totalidade do problema e de nosso coração, mas a boa notícia é que também será única a pérola que você produzirá se perseverar na palavra de Deus.

E para que isso aconteça, a Bíblia está recheada de exemplos vitoriosos de pessoas que perseveraram e venceram, em meio às tribulações e incertezas da vida e que servem de inspiração para nós, pois é exatamente neste terreno sensível e aparentemente infrutífero que Deus age a partir da nossa fé.

E um grande exemplo disso é a história de Gideão. Ora, será que Gideão era um homem medroso e tímido? Porque mesmo quando um anjo diz: “O Senhor é contigo, homem valente” (Juízes 6:12) não consegue convencê-lo, muito pelo contrário, ele começa a questionar por que Deus, estando com o povo de Israel, deixava-os sofrer.

Ora, será que Gideão era um homem medroso e tímido? Porque mesmo quando um anjo diz: “O Senhor é contigo, homem valente” (Juízes 6:12) não consegue convencê-lo, muito pelo contrário, ele começa a questionar por que Deus, estando com o povo de Israel, deixava-os sofrer.

Então Deus, em sua infinita misericórdia, responde a Gideão de uma forma nada convencional: convocando-o a enfrentar e vencer a batalha contra os Midianitas, só que desta vez Gideão esmorece de vez e se sente incapaz para realizar tal feito (Juízes 6:15).

Vendo a incredulidade do seu servo, Deus lhe enviou três sinais para que Gideão acreditasse na força e no seu poder. E assim sendo, com a fé fortalecida, o exército de Israel que contava apenas com 32 mil homens foi capaz de acabar com um exército muito maior dos Midianitas, através da OR-AÇÃO de todos aqueles homens comandados por um único homem que, a princípio, se via pequeno demais para enfrentar tal desafio e que se tornou grande, imenso, pela bênção de Deus.

E assim sendo, com a fé fortalecida, o exército de Israel que contava apenas com 32 mil homens foi capaz de acabar com um exército muito maior dos Midianitas, através da OR-AÇÃO de todos aqueles homens comandados por um único homem que, a princípio, se via pequeno demais para enfrentar tal desafio e que se tornou grande, imenso, pela bênção de Deus.

E o que podemos aprender com essa história é que o único problema que pode nos afastar de nossa vitória é a falta de fé em Deus e que ele sempre converte, no tempo certo, nosso choro em riso, nossas dúvidas em certezas, nossa visível “derrota” em triunfo!

Mas, para que isso ocorra é necessário que nós desenvolvamos algumas características essenciais, tais como:

  1. Garra adquirida na leitura bíblica;
  2. Inteligência absorvida na oração;
  3. Disciplina para concretizar sonhos;
  4. Entusiasmo para iluminar a vida;
  5. Amor para ser filho de Deus e;
  6. Obediência à Palavra para experimentar os grandes feitos que Deus tem para você, assim como está escrito em Jeremias 33:3

“Clama a mim, e responder-te-ei , e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes” e despertar o grande GIDEÃO que existe em cada um de nós.

Este é o primeiro post de Renata Lourenço; deem as boas-vindas a ela! =)

Quem é: Renata Lourenço é paulistana, mas há exatos 5 anos, mora na terra do sol e dos pais que é Fortaleza-CE.

Atualmente, frequenta uma igreja da Graça perto de onde reside e também participa de reuniões do Alfa e Ômega (movimento cristão universitário) na Universidade Federal do Ceará.

Para ela, louvar/buscar a Deus é uma atividade revigorante e indispensável, assim como, ler, correr, andar de bicicleta, jogar videogame (esse último faz muito tempo que não pratica), fazer novas amizades, enfim, uma pessoa que busca o conhecimento e autoconhecimento constantemente, e ama compartilhar isso com outros!

Gostou do texto? Avalie, comente e compartilhe com seus amigos!
 

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!