Você quer ter sucesso? Eu tenho a fórmula – e estou falando sério!

changed-life-with-christ

Keep this Book of the Law always on your lips; meditate on it day and night, so that you may be careful to do everything written in it. Then you will be prosperous and successful. Josué 1:8

Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite, para que você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito. Só então os seus caminhos prosperarão e você será bem sucedido. Josué 1:8

Você quer ter sucesso? Eu tenho a fórmula!

Caso você esteja visitando o blog Desafiando Limites pela primeira vez, deixe-me atualizar você sobre algumas coisas (se já é leitor das antigas, pode seguir em frente):

Temos muitos artigos versando sobre sucesso, superação e vencer desafios. Vou colocar alguns aqui para você, ok? Ao longo do texto alguns deles serão citados novamente, então fique ligado ;)

Vou desistir… Não aguento mais! (título do meu livro na PlayStore. Também tem na Amazon)

9 razões para persistir quando tudo dá errado

Amanhã Deus vai mudar sua vida por completo!

Está precisando de um milagre urgente?

E outros mais, fique à vontade para aproveitar ao máximo este nosso humilde trabalho, mas que fazemos para a glória de Deus.

Por incressa que parível, esse é o tipo de artigo que mais atrai a atenção dos leitores. E segundo nossa pesquisa com o público leitor, espanta-me saber que o maior público que responde a pesquisa é acima de 45 anos, mais velhos experientes do que eu!

Se for esse o seu caso, parabéns para você que veio ao lugar certo. E parabéns para mim também que tenho você como meu leitor! :)

“Não há assuntos pouco interessantes; apenas há pessoas pouco interessadas.” – Gilbert Keith Chesterton

Neste artigo de hoje eu vou lhe dizer o básico pra você que quer ser bem-sucedido na vida, afinal esse deve ter sido o motivo de sua visita, certo? De verdade, eu creio sinceramente que este post pode ser o ponto da virada da sua vida ou, se quiser encarar assim, o seu “divisor de águas” rumo ao sucesso.

Sem hipocrisia ou falsa modéstia, mas este é um dos melhores artigos sobre como ter sucesso que você vai ler, até o momento, em português e disponível, de graça, aqui no Brasil.

Mas, antes de tudo, permita-me esclarecer algo bem simples: não vai ser fácil ser bem-sucedido. Sinto decepcionar você, mas é melhor ferir alguém com a verdade do que bajulá-lo com a mentira.

Todavia, não precisa se enfezar comigo e ir embora assim, sem mais nem menos. Me dê um crédito, me deixe mostrar que o sucesso pode ser difícil, mas não impossível. Posso contar com sua preciosa atenção por mais alguns minutinhos? Ok, vamos lá.

Em primeiro lugar, eu quero que você saiba que, para ter sucesso, existem algumas pequenas coisas que você deve fazer antes de chegar lá.

Então, vamos aos passos básicos, sem necessidade de aprofundar, mas trazer conceitos fundamentais para que qualquer pessoa seja capaz de obter sucesso – e quando falo sucesso aqui, falo em sentido amplo, não me restrinjo apenas ao sucesso financeiro – como alvo e objetivo de vida.

“Você nunca é tão velho que não possa vencer novamente ou que não possa sonhar novamente.” – C. S. Lewis

Mas, se você estiver interessado ou necessitando de uma base mais ampla no assunto abordado, vou indicar recursos adicionais sobre cada um deles para que você possa se inteirar e se aprofundar no tema em questão.

Vamos a eles, então.

1. TENHA FOCO: basicamente, quando falo de foco estou falando de duas coisas simples, que são escolhas e prioridades. Quando fazemos escolhas estamos dizendo SIM para coisas que são ótimas e, ao mesmo tempo, dizendo NÃO para coisas que são “apenas” boas. E, dessas que sobram, precisamos escolher novamente quais são as que queremos que venham em primeiro lugar, pelo grau de importância.

Leia o post sobre foco para o sucesso aqui no blog Desafiando Limites.

2. TENHA PROPÓSITO: em termos simples, ter propósito é ter não o motor para seguirmos em frente, mas sim o combustível. O celebrado psiquiatra Viktor Frankl, autor do livro Em Busca de Sentido, no qual ele faz uma emocionante narrativa sobre sua terrível experiência em um campo de concentração nazista, afirmou o seguinte: “Those who have a ‘why’ to live, can bear with almost any ‘how’.” “Aqueles que tem um ‘por quê’ para viver podem suportar praticamente qualquer ‘como'”, em tradução livre.

Entenda que, ao estabelecer um propósito para sua vida (um “por quê”), você será capaz de enfrentar qualquer situação (o “como”) que a vida lhe impuser.

Aqui no blog tem aquele artigo que já recomendei lá em cima: 9 razões para persistir quando as coisas insistem em dar errado!

3. TENHA EQUILÍBRIO: essa palavra possui vários significados e praticamente todos relacionados a ela são indicativos de sua importância, observe: ser equilibrado é essencial, alguém desequilibrado é péssimo, conseguir balancear (equilibrar) a vida é um dos grandes desafios modernos, e por aí vai.

equilibrium

O livro A Tríade do Tempo, de Christian Barbosa, de quem já assisti palestras ao vivo, trata disso, assim como Os 7 Hábitos da Pessoas Altamente Eficazes. Para obter e, mais importante ainda, manter o sucesso o equilíbrio é pré-requisito fundamental. Ultimamente, por conta de problemas na coluna, tenho feito Pilates e alguns dos exercícios mais difíceis são justamente aqueles que envolvem equilíbrio, e olha que venho praticando isso desde que me entendo por gente e aprendi a andar… risos

Leia este interessante post sobre saber equilibrar a vida espiritual com a material: Equilíbrio é a chave para o sucesso, de uma professora indiana do Haggai Institute.

Ah, sim, em breve vou publicar um post com dicas de livros interessantes voltados a pessoas que querem levar sua produtividade e eficácia a outro patamar. Aguardem!

4. INVISTA EM VOCÊ: recentemente dei um curso rápido sobre liderança para líderes cristãos na Faculdade SEBI, onde concluí minha pós-graduação em Teologia Bíblica há alguns anos. Iniciei o curso falando sobre o Princípio do 1% melhor a cada dia e como, desde que me comprometi a investir em meu crescimento pessoal, fui crescendo e evoluindo cada vez mais, foram surgindo muitas oportunidades interessantes e, a cada oportunidade que eu aproveitava, novas iam surgindo.

E uma coisa que percebi é que à medida que você cresce e se desenvolve, você também incentiva os outros ao seu redor a crescerem junto com você. Todos ganham. Uma participante desse veio me cumprimentar no intervalo e me disse o seguinte: “este curso está sendo um divisor de águas para mim”!

Há recompensa maior e melhor do que essa para um humilde servo como eu?

“As três coisas mais difíceis do mundo são: guardar um segredo, perdoar uma ofensa e aproveitar o tempo.” – Benjamin Franklin

Recurso adicional: Você sabia que uma forma de crescer é mudar a maneira de encarar as derrotas que a vida nos impõe?

5. ESTABELEÇA PRAZOS: talvez você já tenha ouvido isso, mas se ainda não ouviu nunca mais se esqueça: “alvos sem prazos definidos não são objetivos, e sim meros desejos”. Ou seja, se você tem um objetivo na vida e ainda não estabeleceu prazos e estratégias para tornar isso realidade, que podemos traduzir como metas, você jamais se esforçará em trazê-los à realidade.

time-planning

Sobre o assunto, eu recomendo que você leia os dois livros que citei acima, Os 7 Hábitos… e A Tríade do Tempo. Neles você vai encontrar conceitos e ideias que vão revolucionar sua forma de entender alvos, objetivos, metas, produtividade, realização e satisfação. E uma das grandes virtudes do livro de Stephen Covey (7 Hábitos) é que ele se concentra em desenvolver o caráter antes de desenvolver as competências. Em outras palavras, você precisa ser antes de fazer e ter.

Neste breve artigo aqui no blog eu falo um pouco sobre metas e objetivos de vida, baseado no livro de Barbosa, confira!

6. MUDE SUA MENTALIDADE: muitas vezes nós estamos vivendo uma vida de estagnação, sem rumo e, nas palavras daquela conhecida música popular, “sem lenço e sem documento”. Mas sabe o que é pior disso tudo? É não saber o que nos trava, por que não conseguimos sair do lugar, sair desse atoleiro. A explicação pode sei mais simples do que você pensa.

Aliás, é exatamente isso mesmo: é o que você pensa! Segundo a psicóloga Dr.ª Carol Dweck, as pessoas possuem dois tipos de mentalidade que dirigem suas vidas: a mentalidade fixa, que é quando alguém acha que nasceu pra ser ou fazer algo específico na vida, e a mentalidade de crescimento, que é quando a pessoa acredita que pode melhorar e ser melhor e diferente do que é.

E, quer queira você ou não, elas têm tudo a ver com nossa decisões, atitudes e maneira de encarar a vida. Interessou em saber mais? Aqui no blog também tem um post falando sobre esses dois tipos de mentalidade e como mudar para melhor.

7. TENHA GARRA: garra, nas palavras da professora e doutora em psicologia, Angela Duckworth, é a união entre paixão e perseverança. Ela também advoga que o esforço conta muito mais para o seu sucesso do que seu talento. Estudos apontam, para surpresa de alguns e mera confirmação para outros, que uma pessoa esforçada possui muito mais chance de ser bem-sucedida (o famoso “se dar bem na vida”) do que uma pessoa talentosa, porém preguiçosa.

Em outras palavras, garra é você se dedicar a fazer algo de uma forma tão apaixonada que acabe gostando do que faz e que diante dos revezes e fracassos, continua insistindo até conseguir dominar isso e se tornar referência para outros. E outra característica que vai lhe ajudar nessa caminhada e tornar-se resiliente, que é a capacidade de retornar ao estado original, tal qual uma mola que é sumbetida a grande pressão. Portanto, se você quer ter sucesso na vida, garra é simplesmente essencial.

“Viver é enfrentar um problema atrás do outro. O modo como você o encara é que faz a diferença.” –  Benjamin Franklin

8. NÃO SEJA SEU PRÓPRIO DESMANCHA-PRAZERES: você, provavelmente, não faz a mínima ideia do que eu quero dizer com isso. E se for verdade o que acabei de dizer, preste bem atenção porque isso pode fazer uma revolução em sua maneira de encarar as circunstâncias e situações que você enfrenta. Alguns artigos bem interessantes que já li, a maioria em inglês, bem como cursos e livros, defendem que uma pessoa deve comemorar suas vitórias, mesmo as pequenas, porque elas são e servem como combustível para deixá-lo interessado no que faz e motivado para continuar avançando e progredindo.

Mas, mesmo sem perceber, nós acabamos desperdiçando as oportunidades que temos de comemorar nossas conquistas, grandes e pequenas, tais como tirar uma boa nota numa prova ou simplesmente concluir a leitura de um livro interessante! Essas situações liberam importantes substâncias em nosso cérebro que são responsáveis pela manutenção do nosso interesse, foco e servem de incentivo para prevenir o desânimo e a desistência. Você gosta de alguém que seja desmancha-prazeres? Tenho certeza que não. Mas a grande lição aqui é você não ser um “estraga prazer” de si mesmo.

Em tempo: comemorar suas vitórias não é a senha para se tornar arrogante ou pedante nem ficar arrotando ares de superioridade, entendeu? Comemorar pequenas vitórias é congratular a si mesmo por essas conquistas. Deixe de ser desmancha-prazeres de si mesmo, mas não precisa se tornar aquele tipo arrogante e insuportável que ninguém quer ter por perto, fui claro?

9. TENHA ATITUDE: você sabia, caro leitor, que atitude pode ser aquele pequeno detalhe que faz toda a diferença entre atingir o sucesso e fracassar no meio do caminho? Você sabia, também, que ter atitude é imprescindível se você quiser alçar voos mais altos? No painel de um avião há vários instrumentos mas, inegavelmente, dois dos instrumentos mais importantes e que servem de balizamento e orientação para o piloto são o “medidor de altitude” e o “medidor de atitude”. Em termos gerais, a “altitude” é determinada, em grande parte, pela “atitude”.

Em outras palavras, se o piloto quer que o avião voe mais alto, o que ele deve fazer? Isso mesmo: mudar a atitude do avião? Ficou confuso pra você? Para um piloto isso não é nem um pouco confuso, sabe por quê? Porque é só ele olhar pro “medidor de atitude”. E você sabe para que serve esse tal de “medidor de atitude” no painel de instrumentos? Se você disse que ele serve para “medir a atitude” do avião, parabéns, você acertou! (risos)

Agora, vamos tentar entender melhor isso. A atitude do avião, para mim que também não sabia, é medida em relação a um horizonte artificial e significa, basicamente, que se o “nariz” do avião está com baixa atitude, ou seja apontando para baixo, ele vai descer. Porém, se está com atitude alta, ele vai subir ou está em processo de decolagem. E uma mudança de atitude se traduz, também, em mudança de desempenho.

Portanto, se o piloto quer subir ele precisa “empinar o nariz” do avião, em outras palavras, apontar pra cima e, adivinhe, ele vai subir. Mas, se o piloto deixar o avião meio “cabisbaixo”, sabe o que acontece? Exatamente, ele cai. Todavia, aqui cabe uma advertência: não deixe que sua atitude se transforme em arrogância e que seu nariz fique “empinado” demais. Isso, em um avião, é igualmente fatal: ele pode estolar (entenda o que é clicando aqui) e seu destino, em vez de ser o céu é o chão.

Logo, tenha atitude na medida certa, por isso a importância do tal medidor”. Veja uma imagem dele, abaixo:

medidor de atitudeo medidor de atitude é o esse azul de cima.

E sobre você: qual é a sua atitude neste momento? Ela está um pouco baixa, com seu nariz apontando pro chão, meio borocoxô? Então não se deixe iludir, porque com esse tipo de atitude você jamais vai subir de nível, crescer e alçar voos mais altos. Alinhe seu nariz com o horizonte, dê aquela inspirada profunda e, claro, ajuste seu nível de atitude se quiser decolar e atingir as mais altas nuvens.

Deixe-me ilustrar com um exemplo como uma mudança de atitude muda tudo em sua vida: em 2005 eu prestei concurso para um cargo com 60 vagas e, adivinhe: eu não estava como a melhor das atitudes. Qual foi, então, o resultado? Eu fiquei na 119ª colocação. Porém, em 2006, exatamente um ano depois, já com uma nova atitude, com o nariz não mais apontando pra baixo, prestei em um novo concurso, desta vez para apenas 03 (três) vagas e, pra resumir, fiquei em segundo.

Quer saber mais e uma boa dica de artigo pra ler? Leia: Não tenha medo da concorrência!

“Tudo o que temos de decidir é o que fazer com o tempo que nos é dado.” – J. R. R. Tolkien

10. FAÇA UMA MUDANÇA DE HÁBITOS: poucas pessoas sabem disso, e aqueles que sabem já estão progredindo a olhos vistos. Eu estou falando dos famosos, embora pouco conhecidos, hábitos. O melhor livro sobre o assunto, atualmente, é do premiado autor Charles Duhigg, O Poder do Hábito. Nele eu aprendi muita coisa útil e relevante não apenas para minha vida pessoal como para a profissional também.

Em termos bem simples, um hábito é um comportamento automatizado que obedece o seguinte processo: gatilho, resposta e recompensa. Existe algo que “dispara”, é a faísca que traz à tona determinado comportamento motivado por uma recompensa. Muito fácil de entender, não é mesmo? Mas, agora é que vem a parte crucial da coisa: o comportamento que se torna hábito o faz porque estabelece conexões neurais que o automatizam. E esse caminho neural não pode ser destruído, por isso é tão difícil mudar um hábito! Leia de novo: hábitos não podem ser destruídos!

O que fazer, então, se os hábitos, principalmente os ruins, não podem ser destruídos? Você precisa substituí-los, em vez de ficar desperdiçando tempo e recursos tentando destruí-los! Identifique seus hábitos ruins, os gatilhos que os ativam e pense em novos e bons hábitos que venham a substituí-los. Desse modo você vai destravar seu crescimento e trilhar o caminho para o sucesso com muito, mas muito mais facilidade.

No passo eu também já fui assim, travado, e não sabia porquê. Mas, um dia, eu disse para mim mesmo o seguinte: “Hoje eu descobri o responsável pelo meu fracasso, por eu estar vivendo essa vida de derrotas – eu mesmo. Então, a partir de hoje eu vou deixar de ser parte do problema e me tornar parte da solução”! E foi justamente a partir desse dia que as coisas começaram a mudar, e para melhor. Devagar, no começo, mas ali se deu o start de minha carreira de grandes vitórias conquistadas.

Nós somos aquilo que fazemos repetidamente. A Excelência, pois, não é um ato, mas um hábito.– Aristóteles 

Agora que você já está inteirado acerca do básico sobre como trilhar o caminho das grandes conquistas e realizações (ou você pensou mesmo que eu estava brincando?), vamos avançar um pouco e elevar o nível, afinal estou me dirigindo a futuros homens e mulheres de sucesso, certo?

A fórmula do sucesso é esta, que eu mesmo desenvolvi, baseada em muitos anos de experiências, muitos fracassos, decepções, desânimo, derrotas, muita cara quebrada na parede e, claro, (afinal você está aqui pelo sucesso, não é?) alguns êxitos nesse entremeio.

Ficou chocado com minha admissão de fracassos? Não fique: derrota, fracasso, desânimo e decepção faz parte da receita do sucesso. Talvez você hoje já tenha tudo isso em sua conta: decepção, derrota, fracasso, desânimo, desilusão, traição… Então se só está faltando o sucesso, é hora de se alegrar porque você já tem tudo que é preciso pra ser bem-sucedido: falta apenas um ingrediente pra sua vida mudar, e é justamente esse que eu vou lhe ensinar hoje.

Devido a limitações (minhas, não da plataforma, que fique claro), não soube foi possível escrever aqui a fórmula. Então, num arroubo de improvisação criatividade eu a escrevi no papel e carreguei a prova do crime foto aqui. Se você, por algum motivo não conseguir ler, peça ajuda aos universitários deixe um comentário solicitando esclarecimentos que eu tentarei explicar.

nova formula do sucesso

Essa é a fórmula do sucesso. Agora, a explicação dos itens da fórmula, também desenhados. Abaixo, com a explicação do que significa cada item acima, você vai perceber que a parte do numerador retrata os itens positivos da equação, enquanto que o denominador espelha os itens negativos. E, detalhe, esses números de baixo nunca são menos que 1. Continue lendo que você vai entender.

Claro, existem muitos fatores que podem levar ao sucesso ou ao fracasso, mas eu coloquei na fórmula aqueles que você detém a capacidade de controle ou domínio sobre eles, os quais você mesmo pode influenciá-los para melhor ou, por óbvio, para pior.

E trabalhando apenas sobre esses itens que estão sob seu controle, você pode tomar as rédeas de seu destino e, evidentemente, de seu futuro também.

valores para o sucesso

Esses são os itens da fórmula que você deve substituir pelos seguintes valores que vou explicar abaixo. Sobre o “t”, que se refere a tempo, não há valores mencionados porque você coloca o valor de acordo com o período, por exemplo um, dois, três anos, etc.

Mas, antes de atribuir valores aos itens acima, faça uma reflexão honesta sobre como você está em relação aos itens acima. Honesta, essa sua autoanálise tem que ser 100% HONESTA, se não você vai quebrar a cara logo mais. Depois não diga que eu não avisei.

Então, como fazer essa autoanálise? Não é difícil.

Por exemplo, como está sua dedicação e esforço para se desenvolver, enfrentar os desafios e superar obstáculos? Está fraca ou inexistente? Está normal, acima da média ou em um nível ideal, máximo? Veja a próxima imagem e entenda como usar a fórmula para prever seu futuro de sucesso ou de fracasso.

valores para sucesso

Agora, para que você possa compreender corretamente o uso da fórmula e ver como ela serve para avaliar seu nível atual de sucesso e explicar porque você ainda não conseguiu atingir seus objetivos, vou ilustrar com um exemplo hipotético e ensiná-lo a fazer o mesmo para tirar sua vida da estagnação.

Mas, antes de seguirmos em frente, tire pelo menos uns 5 minutos e responda para si mesmo com sinceridade, em relação aos itens acima (inexistente, normal, acima da média ou nível ideal/crítico):

  1. (C): como está seu nível de capacidade e competências? Você tem investido em elevar sua capacidade ou fica no sofá à toa passando o dia vendo novelas e séries de TV?
  2. (D): como é sua dedicação aos seus alvos e objetivos de vida? Como é seu esforço em atingir suas metas, em entregar os resultados no prazo combinado? Você cumpre com os prazos que você estabelece para si mesmo? Como é sua pontualidade? As pessoas consideram você responsável ou irresponsável?
  3. (E): você adota uma estratégia para facilitar a execução de seus projetos e, assim, conseguir atingir seus objetivos com mais rapidez e menos cansaço e stress? Ou você simplesmente liga o automático, cruza os dedos e “seja o que Deus quiser”?
  4. (d): com que frequência e constância você desanima e desiste de seus projetos? Ao sinal da primeira dificuldade você já entrega os pontos e pendura as chuteiras?
  5. (e): você comete muitos erros e falhas? As pessoas enxergam você como alguém que pode assumir uma grande responsabilidade e entregar um trabalho sem erros crassos que prejudicam o resultados final? Você se esforça para aprender com seus erros e corrigi-los na próxima vez ou continua errando vez após vez?

Agora que você já fez sua análise pessoal, vamos preencher a fórmula e ver que resultado ela nos mostra e avaliar se ela está mostrando, de verdade, sua vida em termos de realização e sucesso. Preparado?

Hipoteticamente, a título de exemplo, vamos definir os seguintes valores para os itens acima, após uma reflexão pessoal. Vamos chamar essa pessoa de “Zé”.

O seu “Zé” chegou a seguinte avaliação pessoal: C= 1, D=2, E=0, d=2 e f=2. Colocando esses valores na fórmula chegamos à seguinte equação, onde “t” é o tempo, que pode ser medido em meses ou, para efeito de sucesso, é mais aconselhável que se meça em anos:

S = [(1+2+0) / (2+2)]^t = [(3) / (4)]^t = (0,75)^t.

O que essa fórmula mostra? Que a capacidade está, no mínimo, abaixo da média, que a dedicação está normal, existe um esforço sendo feito, mas não há estratégia ou, se existe, é muito fraca ou amadorística. Se você considerar o desânimo acima da média e também a quantidade de erros ou derrotas, vai perceber de cara que os fatores negativos estão superando os positivos.

A situação do “Zé” no primeiro ano é 0,75, ou seja, de FRACASSO. Mas já no segundo ano ela piora (9/16 = 0,56) o que significa que o fracasso se aprofunda, e a partir do terceiro ano a coisa desanda totalmente (27/64 = 0,42) que é quase 2 vezes pior do que o primeiro ano. Os números podem ser cruéis, mas eles não mentem.

Portanto, não é surpresa que esse “Zé” esteja amargando fracasso em vez de sucesso, e um fracasso crescente porque, quanto mais o tempo passa, pior a situação dele fica, percebe? Aqui não dá pra invocar o profeta Tiririca, que pior do que tá não fica. Fica sim, não caia nessa. E já que demos um nome pra esse rapaz, que tal lhe darmos, também, um sobrenome? Então, esse será o famoso “Zé Ninguém”, da família dos fracassados e largados da vida.

Agora, vamos olhar para outro “Zé”, que possui quase as mesmas características do outro “Zé”, mas que não querendo ser mais um “Zé Ninguém”, começou a se dedicar mais, embora não tenha muita noção da melhor maneira de fazer. Ele ainda enfrenta os mesmos desafios

Mas, o que esse segundo “Zé” faz? Ele se esforça mais, mas esquece ou ignora que precisa investir na melhoria de suas capacidades, além de não se dar ao trabalho de aprender ou descobrir uma melhor forma de executar seu trabalho, ou seja, trabalhar de forma estratégica. Logo, sua equação fica assim:

S = [(1+3+0) / (2+2)]^t = [(4) / (4)]^t = (1)^t.

O que isso significa? Estagnação. O tempo passa e ele não sai do lugar, afinal 1² = 1³ e assim por diante. Quantas pessoas estão frustradas porque investem mais tempo e mais recursos em se esforçar mais pensando que o maior esforço, por si só, é capaz de melhorar sua situação?

Traduzindo: fazer hora-extra trabalhando do mesmo jeito não significa que o resultado será melhor, pode até, paradoxalmente, ser pior porque em vez de atingir algo a mais você acaba se desgastando mais para ter o mesmo retorno.

E qual será o sobrenome daremos pra esse “Zé” que se esforça mais, mas não tenta fazer isso de forma mais inteligente? Sabe quem ele é? Não? Então conheça o “Zé Mané”, da família dos estressados e estagnados na vida. Quantos você conhece que são assim? Vale a pena agir desse modo? Isso é vida? Uma vida que vale a pena? Não, não é.

Ora, não ser um fracassado, mas também não ser um vitorioso, vivendo ali, sempre no “quase”, no “mais ou menos” ou no “não foi desta vez”, que vida é essa? Será que Deus nos criou para vivermos assim, no eterno quase? Me desculpe se você aceita e concorda em viver assim, mas eu não.

E isso ainda tem um agravante muito perigoso: quem se esforça muito e não vê evolução, não enxerga crescimento, logo cansa, não suporta o desgaste e volta ao estágio anterior, de regressão, de uma vida de fracassos e derrotas.

Eu, pessoalmente, estou convencido que fui criado para viver algo mais, para voar mais alto, para chegar mais longe. E quer saber por que eu penso assim? Mas saber o motivo real, a razão por trás dessa minha insatisfação, indignação e inconformidade? Talvez você sequer desconfie ou nem acredite, mas eu não acredito que nós nascemos pra viver essa vida marrom, marromeno, porque essa foi a vida que eu vivi durante muito tempo!

Sim, eu já fui um “Zé Ninguém” durante muitos anos. Quando me cansei de ser só mais um “Zé” no meio da multidão, comecei a me esforçar pra ser diferente e crescer, mas fiz isso da maneira errada, só me esforçando mais, mas usando mais a força do que a inteligência, mais o braço que o cérebro. O que aconteceu? Eu deixei de cair, mas não cresci.

Então, finalmente, eu descobri a receita do sucesso, onde eu estava errando: eu acrescentei “estratégia”, ou seja, acrescentei nessa equação uma maneira mais inteligente de trabalhar e de executar aquilo que eu estava fazendo. Se você assistiu o filme “Tropa de Elite”, aquela cena hilária da granada, sabe bem a importância de entender o que é uma boa estratégia (pessoal, foi mal, deixa eu me controlar e parar de rir que eu já volto)!

Pronto, voltei. Onde é que eu estava mesmo? Ah, sim, na estratégia. Qualquer um que quer deixar de ser um mero “Zé Ninguém” ou “Zé Mané” e se tornar alguém na vida precisa de estratégia para fazer essa virada.

Veja como isso, ter uma estratégia, mesmo que não seja A estratégia mais fantástica, mas uma estratégia meramente normal, muda tudo:

S = [(1+3+1) / (2+2)]^t = [(5) / (4)]^t = (1,25)^t.

Observe que eu apenas coloquei uma estratégia básica, feijão-com-arroz mesmo. Mas isso fez toda a diferença! Eu saí de uma posição de estagnação e logo comecei a crescer e alcançar algumas conquistas que me alçaram a um novo patamar! Sim, não é história da carochinha, não senhor, é a minha própria história e posso lhe garantir que é a mais pura verdade!

O tempo foi passando e eu não andava pra trás, regredindo, e nem ficava parado no tempo, eu estava avançando, crescendo, evoluindo! Foi a coisa mais incrível, a sensação mais maravilhosa e fantástica que eu já senti: alcançar algo que jamais havia realizado antes! É isso que você está buscando? É esse o seu objetivo? É isso que você quer? Então pode pegar o lenço, enxugar essas lágrimas teimosas e melindrosas que estão querendo escorregar pelo lado dos olhos, pode liberar esse sorriso maroto e respirar aliviado, você tem tudo o que é necessário pra chegar onde eu cheguei.

E tudo o que estou compartilhando com você não tem nada de estranho ou complicado de se colocar em prática, é nada mais e nada menos que o básico. Mas, agora é que vem o pulo do gato. Volte na minha fórmula de aponta para o sucesso, ou seja ? > 1. Vamos analisar cruamente: capacidade = 1, dedicação = 3 e estratégia = 1. Ficar muito tempo nesse nível de esforço também vai levar ao desgaste. É como estar pisando fundo no acelerador a todo o tempo. Uma hora o carro não aguenta e acaba quebrando.

Qual a solução? Aumentar a inteligência na forma de trabalhar! Como? Investir na própria qualificação por meio de treinamentos, cursos e desenvolvimento pessoal. Desse modo você já não precisa se esforçar tanto, pode tirar um pouco o pé do acelerador e manter um ritmo bom sem se desgastar. Veja como fica a fórmula agora, com essa nova abordagem.

S = [(2+2+1) / (2+2)]^t = [(5) / (4)]^t = (1,25)^t.

Nessa fórmula acima você percebe uma capacidade e uma dedicação um pouco, só um pouco, acima da média, e uma estratégia normal. Só isso já vai lhe garantir o sucesso, matematicamente comprovado. E note que eu ainda deixei tanto o desânimo quanto os erros acima da média! Mas, então, aqui é que acontece a mágica: Com o tempo, sua maior e melhor qualificação vai começar e reduzir a quantidade de erros que você vai cometer, e seus erros começam a ficar normais e não mais acima da média.

Portanto, com o tempo, sua equação pode se tornar assim:

S = [(2+2+1) / (2+1)]^t = [(5) / (3)]^t = (1,67)^t.

No primeiro ano o valor é 1,67. Mas, ao continuar evoluindo, no segundo ano esse valor salta para 2,78 (25/9)! Ou seja, seus resultados vão aumentando e melhorando com o passar do tempo. Percebe como essa pequena mudança faz toda a diferença? E que essa mudança depende, principalmente, de você, e somente você?

Em outras palavras, você vai crescer e atingir seus objetivos mais rápido ou alcançar além do que estava planejado.

Portanto, para chegar aos finalmentes deste post, que acabou ficando muito além do que eu imaginava quando iniciei – e olha que foram muitas horas trabalhando duro pra trazer um conteúdo de qualidade para sua vida! Pois bem, se você se encontra, hoje, vivendo uma vida de derrotas, leia novamente a parte básica deste post e comece a colocar em prática aqueles 10 (dez) passos para se tornar uma pessoa melhor e mais bem-sucedida.

Procure começar aos poucos, focando em cada uma delas, melhorando um pouco a cada dia. Quando você menos perceber, sua vida vai inverter a curva e você estará subindo ao invés de descendo. Logo, logo, você estará recuperando o tempo perdido e conquistando aquilo que ficou para trás. Comigo foi assim, por que com você há de ser diferente?

Agora, para quem está procurando um quê a mais, aquele plus que pode ajudar você a sair do comodismo e da estagnação, estou preparando um curso e uma mentoria que vão ajudar você a dar aquele upgrade na vida, seja pessoal e/ou profissional.

É isso que você está procurando? Se sim, preencha este formulário para ser contactado quando eu terminar de preparar meu curso de Aprendizado e Desenvolvimento Pessoal que será aquele empurrão que falta pra você alcançar seus objetivos:

>> Formulário de manifestação de interesse <<

Receba meu muito obrigado por ter me acompanhado até aqui e desejo, sinceramente, do fundo do meu coração, que sua vida dê uma guinada para melhor e que você possa, em breve, voltar aqui para dizer que deixou o passado de derrotas para trás e está progredindo para uma nova vida de conquistas e realizações.

Poderia, por favor, deixar um comentário avaliando este artigo ou clicando nas estrelas? E, se gostou e achou relevante, que tal compartilhar com seus amigos que podem estar precisando ler algo assim para darem uma guinada, para melhor, na vida?

Deus o abençoe ricamente, meu caro leitor. Eu me sinto muito grato a Deus por ter a oportunidade de fazer diferença na sua vida e contribuir para seu desenvolvimento.

ps. deixa eu fazer um comentário meio maluco aqui, nem sei se deveria, sabe? Mas, enfim… já foi. Olha, fazia tempo que eu não escrevia algo que sentia a inspiração e a presença de Deus ao meu lado.

Houve alguns momentos em que eu sentia como se estivesse escrevendo vendo o rosto da pessoa que estava lendo… muito louco isso. Você também sentiu isso, quando estava lendo, que eu estava falando diretamente com, olhando em seus olhos? Bom, deixa pra lá, vai ver que eu fiquei maluco de vez e ainda não caiu a ficha… risos

ps². se você quiser copiar este post, peça autorização antes pelo email contato@desafiandolimites.com

 

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!

Wallace

Just another little servant of the Lord Jesus Christ. Apenas mais um pequeno servo do Senhor Jesus Cristo. Editor do blog Desafiando Limites (http://wallysou.com). Crítico do cristianismo evangélico da prosperidade e pensador cristão amador.

Website: http://wallysou.com/

Faça seu comentário e enriqueça o post!

2 Comentários

  1. Rogério

    Muito bom pastor.. Como sempre, fez um scan pausado em várias da minha vida e me fez olhar pra tudo de uma forma diferente. Sim, Deus foi quem te deu essas palavras. Um abraço.

    • obg, amado!

      espero que o post possa lhe ser útil e prático para sua jornada rumo ao sucesso.

      abs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *