A cura que você precisa está bem aqui

health

Eis o Médico dos médicos! Cura até a alma…

Texto Bíblico: Então, chegando-se a ela, tomou-a pela mão, e levantou-a; e imediatamente a febre a deixou, e servia-os. Marcos 1:31

Ilustração, Reflexão ou Aplicação Prática:

Talvez por nossas atividades cotidianas e rotineiras, a beleza dessa cena passe um pouco despercebida.

Eu nunca fui de gostar de tomar remédios. Minhas dores de cabeça eram raras, mas quando elas vinham, eram terríveis. Até que, mais recentemente, elas foram ficando mais frequentes e chatas.

Nessas horas, recorrer a um analgésico era quase obrigatório, até que o Senhor chegou com cura em minha vida. E quantos não são, também, assim não é mesmo?

Todavia, naqueles dias, não se achava fácil na farmácia local um analgésico, antitérmico ou antigripal. Na verdade, nem havia farmácia local.

Por isso, Jesus curar alguém de uma febre não era coisa corriqueira ou de menor importância. E isso evidenciava seu poder sobre o micro-organismos que estavam causando aquela alteração febril.

Mas sabe o que mais me chama a atenção? É que Jesus primeiro se aproximou da enferma acamada, e isso demonstra seu interesse relacional.

Quantas vezes queremos que Jesus cure sem nem mesmo se fazer presente? É que valorizamos mais a cura do que Aquele que cura. E ele poderia ter dito uma palavra e ela teria sido curada, mas Ele quis pegar na mão dela.

Jesus tem interesse nas pessoas e demonstra isso de forma cabal e inequívoca. E, em seguida, Ele a levanta. Quantos estão caídos, abatidos e desanimados pelas sarjetas da vida, esperando por alguém que lhes estenda a mão?

E, por fim, Jesus mesmo a levanta, ergue-a.

Então vemos um padrão: Jesus primeiro se aproxima, depois toca e, em seguida, ergue. Mas, sabe que ainda há algo interessante nisso? Ela ainda estava com febre!

Só depois que Jesus a levanta é que a febre a deixa, não antes. A presença de Jesus e o toque Dele coexistiram com a presença da febre.

Nos hospitais, muitas vezes vemos o incentivo para as visitas aos doentes, e só a presença e o toque de amigos e familiares apressa a recuperação, sabia? Essas pessoas agem como Jesus, que vão até o leito do enfermo para tentar levantar seu ânimo, erguer seu moral.

Mas quando Jesus a ergueu, ela também teve sua parcela de esforço, concorda? Ou você levanta sozinho alguém que está caído no chão? Antes não o ajuda a se levantar? O caído, sem sua ajuda, não se levanta sozinho, mas sem se esforçar, ele também não é levantado.

Portanto, Jesus vem nos “dar uma força”, fazer por nós o que não podemos fazer, mas Ele não vem para fazer “tudo” por nós. Nossa parte ainda deve ser feita.

E, finalmente, após a febre deixá-la o que ela faz? Sai gritando pelas ruas que Jesus a curou, que ela foi curada?

Não, ela vai servi-los.

O que temos feito em retribuição ao que o Senhor tem feito por nós? Fazer um culto de gratidão ou dar um breve testemunho na igreja e pronto? E quanto ao servir a Jesus e aos seus, onde fica?

Pense nisso: o que Deus fez por você, erguendo-o, foi para que você servisse aos outros e não a si mesmo.

Oração de: gratidão e compromisso

Senhor, eu reconheço que o Senhor me levantou quando eu me encontrava caído e prostrado, e reconheço, também, que o Senhor me levantou e curou para que eu pudesse servir a outros, fazendo por eles o mesmo que o Senhor fez por mim. Eu te agradeço por isso. Amém.

Este post faz parte de uma série de devocionais exclusivos do Blog Desafiando Limites! Você está incentivado a divulgar esse devocional para todos os seus conhecidos e abençoar a vida deles.

Avalie, compartilhe ou comente dizendo o que achou ou deixe sua crítica/sugestão.

 

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!

Wallace

Just another little servant of the Lord Jesus Christ. Apenas mais um pequeno servo do Senhor Jesus Cristo. Editor do blog Desafiando Limites (http://wallysou.com). Crítico do cristianismo evangélico da prosperidade e pensador cristão amador.

Website: http://wallysou.com/

Faça seu comentário e enriqueça o post!

Olá, agradecemos sua visita e seu comentário. Sua opinião enriquece a discussão e é importante para nós, obrigado!