Louvores que Edificam Archive

Falar com Deus é…

Lindo hino que nos aproxima mais do Senhor.  

 

Mais Perto Quero Estar – Interpretação Divina

Mais Perto Quero Estar – Interpretação Divina Deixo em homenagem ao João Victor, do blog Autoridade Cristã. Mas, João, desta vez quem achou o hino foi minha esposa… risos =) E curta nossa página no Facebook: Desafiando Limites!  

 

A Ele seja a glória… para sempre

Um louvor para alegrar seu dia. Blog Desafiando Limites.  

 

Alfa e Ômega [música lindíssima]

Tiro meu chapéu…  

 

Momento de curar as feridas

#curta  

 

Descansarei nAquele que é Santo, Santo, Santo

Descansarei no meu Rei Só Tu és Santo #babei Desafiando Limites.  

 

É talento pra dar e vender – para glória de Deus!

J.A. cantando Amazing Grace Michely Manuely – Ressuscita-me Tô babando além dos limites… #cantamuito #canta pra incardir (como diz um amigo meu)  

 

É talento pra mais de metro!

Que presença de palco, hein! Olha o que os jurados falaram… #arrasou Como pode caber tanto talento em tão pouco espaço? E o abençoado(!) ainda é da Bléia, a minha igreja… pode? =¬) Desafiando talentos no meu humilde blog…  

 

Simplesmente adoradora

Não se espante, mas adorar não é só cantar bonito, mas de todo o seu ser e forças. Dessa forma, quem pode dizer que ela não adorou seu Criador? Dica do meu amigo, pr. Erly, que já contribuiu de outras formas aqui no blog Desafiando Limites.  

 

O Carpinteiro – um clássico gospel

Divulgação do blog Desafiando Limites.  

 

Celebrando o Natal e lembrando da terrinha

Quando adolescente, houve uma época em que gostava muito de ler literatura em cordel. Quase esgotei os títulos da banca, pelo menos os que mais me chamaram a atenção, claro. Bem, mas esse cordel aqui está bem trabalhado, lindo e, principalmente, foi feito para a glória de Deus. Se você ainda não viu, por favor, […]

 

Clipes que valem a pena assistir

O Ministério Diante do Trono já cometeu equívocos como, aliás, todos cometemos. Criticar o erro é fácil. Difícil é apontar saídas, e mais difícil ainda é perdoar o ofensor e esquecer a ofensa. Mas, o que nos faz sermos conhecidos como cristãos é o amor, e amor não é completo se não contemplar o perdão. […]