Meu comentário:

De fato, a justiça é comumente usada para se tentar cercear a fé cristã, enquanto se tenta ridicularizá-la, seja em público, seja em particular. Ainda não estou certo se esse caminho é o melhor a se seguir, mas, com certeza, é um caminho válido para se tentar defender e resguardar a fé, já que é igualmente válido para atacá-la.

Todavia, tem que se ter em mente que não devemos usar os mesmos métodos dos inimigos de Deus, mas, como fez Davi, podemos usar a espada do filisteu para decepar-lhe a cabeça.

Leia e reflita:

Estudante processa professor ateu nos Estados Unidos

Nos Estados Unidos, o estudante cristão Chad Farnan entrou com processo na Justiça contra o professor dele de história, James Corbett, alegando que ele fazia citações em aula desrespeitando a religião do aluno. Corbett, segundo Farnan, dizia que a Teoria do Criacionismo era algo sem fundamento.

O estudante entrou com o processo contra o professor em 2007 e ganhou a causa 1 ano e meio depois. O juíz federal James Selna entendeu que o professor violou a Primeira Emenda, que proíbe o governo de estabelecer qualquer religião com leis.

O processo citou mais de 20 declarações feitas por Corbett durante um dia de aula, todas gravadas por Farnan, para apoiar alegações de um método de ensino que “favorece ateísmo sobre a religião”.

O advogado do professor disse que o seu cliente ensina há 15 anos, não é anti-cristão e que não pretendia ofender os estudantes, mas apenas estimulá-los a pensar.

Fonte: Arca Universal

Postado por: Redação Ogalileo

Fonte: http://ogalileo.com.br/jovens/verConteudo.php?id=K1Iww9ACIww2D3MJIqDqrYFsse4V2v

 

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!