Estudante processa professor ateu

Meu comentário:

De fato, a justiça é comumente usada para se tentar cercear a fé cristã, enquanto se tenta ridicularizá-la, seja em público, seja em particular. Ainda não estou certo se esse caminho é o melhor a se seguir, mas, com certeza, é um caminho válido para se tentar defender e resguardar a fé, já que é igualmente válido para atacá-la.

Todavia, tem que se ter em mente que não devemos usar os mesmos métodos dos inimigos de Deus, mas, como fez Davi, podemos usar a espada do filisteu para decepar-lhe a cabeça.

Leia e reflita:

Estudante processa professor ateu nos Estados Unidos

Nos Estados Unidos, o estudante cristão Chad Farnan entrou com processo na Justiça contra o professor dele de história, James Corbett, alegando que ele fazia citações em aula desrespeitando a religião do aluno. Corbett, segundo Farnan, dizia que a Teoria do Criacionismo era algo sem fundamento.

O estudante entrou com o processo contra o professor em 2007 e ganhou a causa 1 ano e meio depois. O juíz federal James Selna entendeu que o professor violou a Primeira Emenda, que proíbe o governo de estabelecer qualquer religião com leis.

O processo citou mais de 20 declarações feitas por Corbett durante um dia de aula, todas gravadas por Farnan, para apoiar alegações de um método de ensino que “favorece ateísmo sobre a religião”.

O advogado do professor disse que o seu cliente ensina há 15 anos, não é anti-cristão e que não pretendia ofender os estudantes, mas apenas estimulá-los a pensar.

Fonte: Arca Universal

Postado por: Redação Ogalileo

Fonte: http://ogalileo.com.br/jovens/verConteudo.php?id=K1Iww9ACIww2D3MJIqDqrYFsse4V2v

 

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!

Wallace

Just another little servant of the Lord Jesus Christ. Apenas mais um pequeno servo do Senhor Jesus Cristo. Editor do blog Desafiando Limites (http://wallysou.com). Crítico do cristianismo evangélico da prosperidade e pensador cristão amador.

Website: http://wallysou.com/

Faça seu comentário e enriqueça o post!

5 Comentários

  1. Felipe

    Realmente a 'Teoria do Criacionismo' não tem fundamentos. Não do tipo científico mas tem explicações de outra ordem. Até pq desacreditar essa teoria não é desacreditar o poder de Deus. Posso entender como o aluno pode ter se sentido para simpatizar mas ele ganhou o processo por estar em um país absolutamente cristão não por estar correto.

    O que o 'Claudemiro' respondeu é bastante ingênuo. Ele não tem conhecimento nem sobre aborto nem sobre estatísticas da realidade do 'Estado Democrático de Direito'.

    • Caro Felipe, obg pela participação, e por sua maneira respeitosa de se expressar.

      todavia, discordo de seu posicionamento qto aos fundamentos científicos do criacionismo. Advogo que o criacionismo tem bases científicas, embora, claro, que essas bases não são a principal razão dos que o defendem.

      sobre as estatísticas sobre aborto, há muita controvérsia em torno delas, e, como diz uma anedota popular entre acadêmicos: se os números ainda não lhe disseram o que vc quer ouvir, é pq vc os torturou pouco, e os instrumentos de tortura são as fórmulas estatísticas (há várias formas de se dizer isso, criei a minha, ok =o).

      prazer tê-lo por aqui, em q pesem nossas divergências filosóficas, intelectuais e conceituais.

      [ ]s

  2. Claudemiro

    Mirtes,

    JESUS nunca orou quando seus opositores falavam asneiras. Pelo contrário: Ele sempre deixou bem clara a Verdade sobre todas as coisas.

    Esse negócio de que devemos apenas orar pelos que blasfemam não é genuinamente cristão.

    De fato, devemos orar. Disso não tenho dúvida. Entretanto, leia as Cartas de Paulo e você verá que ele também não se calava diante das afrontas dos sofistas e falsos mestres.

    O Senhor JÁ NOS TEM DADO sabedoria para responder ao mundo a respeito da nossa fé. Entretanto, muitas vezes, essa resposta deve ser dada perante o juíz, pois é nessa instância que os perdidos desse mundo aceitam ser confrontados.

    Abraços.

    Claudemiro

  3. Claudemiro

    Aleluia!
    Devemos usar a inteligência que Deus nos deu para que os incrédulos desse mundo não façam conosco o que eles querem.
    Assim como os militantes pró-aborto querem condenar (processar, julgar, condenar e prender) quem discorda dos supostos "benefícios" que o extermínio de crianças pode trazer para a mulher, devemos exigir cadeia para aqueles que discordam os malefícios do infanticídio.
    No Estado Democrático de Direito, NINGUÉM está acima das leis. Ninguém!
    Gostaria de ler o processo desse estudante estadunidense… certamente, isso é um assunto para deixar os professores pró-ateísmo com as barbas de molho.
    Shalom!

  4. Mirtes

    Aplaudo de pé gente como este aluno que tem coragem de defender sua fé. Concordo que não devemos usar as mesmas armas do inimigo. Com certez um pouco mais de oração, Deus o daria argumentos tais que provaria os fundamentos que o professor não achou.

Olá, agradecemos sua visita e seu comentário. Sua opinião enriquece a discussão e é importante para nós, obrigado!