Quem são os modelos de nossos jovens, adolescentes e crianças?

  • Home
  • Artigos
  • Quem são os modelos de nossos jovens, adolescentes e crianças?

Ser ou não Ter? Eis a questão...

Vendo a notícia de que a musa teen Demi Lovato foi internada em uma clínica de reabilitação, tendo sido flagrada pelos paparazzi com marcas de cortes nos pulsos, pergunto: Quem são os ídolos/ícones de nossa juventude? Pessoas superficiais como Justin Bieber, atores de novelas globais que têm suas vidas marcadas por sucessivos escândalos, como a invelhecível Suzana Vieira, ou cantoras que fazem do ridículo uma grife pessoal, como Britney Spears ou Lady Gaga?

O que nossas crianças estão aprendendo com os desenhos japoneses que lhes são enfiados goela abaixo, todas as manhãs? Estão aprendendo a gritar com seus coleguinhas, arrancar seus cabelos, ameaçá-los de morte e espancamento? Que podem fazer tudo isso e não há problema ou castigo algum?

Entretanto, a culpa é unicamente de nossa juventude ao se espelhar nesses exemplos ruins para seu presente e pior ainda para seu futuro? E onde estão os bons exemplos que eles poderiam escolher? Onde? Onde?

Os líderes religiosos de maior destaque no Brasil (sem levar em conta o mérito ou crédito) proporcionam exemplos,  talvez, piores do que quem até ganha para fazer bagunça. Duvida? Observe:

Edir Macedo chocou (ou se revelou) a igreja quando fez propaganda aberta, declarada e despudorada a favor do aborto, e ainda, de graça (?), atacou o pr. Silas Malafaia pelo seu posicionamento partidário. E o Silas deixou barato? A conhecida voz que, tempos atrás, levava edificação aos lares, vociferou cobras e lagartos àquele que, um dia, foi seu aliado. Eu mesmo vi o pr. Silas, em seu programa sabatino matinal destilar ameaças veladas e nem tanto a quem havia usado seu nome em vão… ops! havia usado o nome de sua igreja sem permissão.

Caio Fábio, que já foi considerado um dos porta-vozes da igreja evangélica brasileira, hoje, quando abre a boca, solta tanto palavrão que é quase impossível ouvi-lo falar sem apertar o nariz ou não ter ânsia de vômito, tal a mágoa destilada de seus lábios. Para quem um dia o viu como o “Billy Graham” brasileiro, a decepção não poderia ser maior.

Faltaria espaço para falar de nossos políticos e governantes, protagonistas em casos constantes, contínuos e contumazes de corrupção desenfreada e descarada.

Afinal, a Bíblia não deixa dúvidas para quem devemos olhar, ou que modelo devemos seguir:

Olhai para mim, e sereis salvos, vós, todos os termos da terra; porque eu sou Deus, e não há outro. Isaías 45:22

e

tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé. Ele, pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-se à direita do trono de Deus. Hebreus 12:2

Para isso vocês foram chamados, pois também Cristo sofreu no lugar de vocês, deixando-lhes exemplo, para que sigam os seus passos. 1 Pedro 2:21

Sim, Jesus é nosso modelo palpável, mas não devemos esquecer a exortação de Paulo aos Coríntios:

Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo. 1 Coríntios 11:1

Logo, o fato de nossa juventude atual não seguir bons exemplos não é apenas um fato que depõe contra eles, mas também contra nós, que podemos estar sendo maus exemplos ou deixando de ser bom exemplo para eles.

E você, car@ leitor@, se fosse fazer uma análise sincera de seu testemunho, ele escaparia do crivo de “tristemunho“?

Postou wally, no Desafiando Testemunhos… ops! Limites

 

Que tal receber um aviso quando sair algo novo e interessante no blog?

Cadastre seu email e receba artigos que vão abençoar seu dia!

Tags:

Wallace

Just another little servant of the Lord Jesus Christ. Apenas mais um pequeno servo do Senhor Jesus Cristo. Editor do blog Desafiando Limites (http://wallysou.com). Crítico do cristianismo evangélico da prosperidade e pensador cristão amador.

Faça seu comentário e enriqueça o post!

Blog Comments

[…] por conta dos péssimos exemplos que temos visto na sociedade, conforme vamos perdendo a cinturinha de pilão e trocando pela cintura de bujão botijão, […]

[…] é um pouco constrangedor: falar de modelos a serem seguidos. Aqui no Brasil, infelizmente, vemos uma profusão de maus exemplos permeando a política, o […]

Responder

Quando tudo der errado...Persista! | Autoridade Crista

[…] Eleja um modelo para nele se espelhar Isso é um pouco constrangedor: falar de modelos a serem seguidos. Aqui no Brasil, infelizmente, vemos uma profusão de maus exemplos permeando a política, o […]

[…] é um pouco constrangedor: falar de modelos a serem seguidos. Aqui no Brasil, infelizmente, vemos uma profusão de maus exemplos permeando a política, o […]

[…] This post was mentioned on Twitter by Kelly Úrsula, wallysou. wallysou said: Quem são os modelos de nossos jovens, adolescentes e crianças?: Vendo a notícia de que a musa… http://goo.gl/fb/tV0vm […]

É… infelizmente os desenhos animados atuais estão destruindo nossas crianças.
A TV à cabo e seus canais infantis muito tem a nos ensinar (tanto no lado mau como o lado bom) e em um de seus canais há um desenho chamado OLÍVIA (que eu a chamo de METIDA) – http://bit.ly/cQsBiZ- … A personagem é uma porquinha-criança com idade por volta dos 6 anos. É uma criança extremamente irritante! O mundo parece girar em torno dela e ela dá sugestões, ordens a todos em sua volta (inclusive pais, avós e professores) e apenas o q fazem é apenas acatar. Lembro-me de um episódio em que ela brinca de pediatra e vai à geladeira, retira um pote de geléia para colocar no pé de seu amiguinho (isso seria o remédio para uma suposta dor). Olhei para minha sobrinha e falei: "Essa menina tá querendo apanhar! Onde já se viu pegar geléia da geladeira pra passar no pé??"
Nós, como educadores, lembrando aqui que educadores não são apenas os professores, temos a obrigação de induzir em nossas crianças o senso crítico, não deixando-as receber informações da TV como verdade absoluta, mas ter capacidade de discernir entre o certo e o errado.
A programação infantil é tão falha e tão cheia de errôneos ensinamentos que, se olharmos para cada atração, veremos terrores! Terrores que estão construindo o caráter e a personalidade de nossas crianças de hj, ou seja, nossos adultos de amanhã.
Ai meu Deus… onde iremos parar????

Sobre sua pergunta, irmão wally, com certeza temos falhas e muitas vezes caímos no tristemunho. Eu mesma já fui (e sou) vítima diversas vezes de futilidades e falta de discernimento. Quem nunca passou por isso atire a primeira pedra…
Mas vigiando podemos conseguir escapar das astutas ciladas do entretenimento.

obg, Kelly, seu comentário foi muito produtivo.

abs!

Olá, agradecemos sua visita e seu comentário. Sua opinião enriquece a discussão e é importante para nós, obrigado!

%d blogueiros gostam disto: